Notícia

Decisão que suspendia o uso de radar em rodovias é suspensa

A determinação para a retirada dos vadares das rodovias federais do país, foi realizada após a publicação de um despacho do presidente Jair Bolsonaro em agosto deste ano

Mayara Ferreira

A Justiça Federal em Brasília revogou a suspensão da utilização de radares móveis nas rodovias federais do país, decisão essa que, não agradou o presidente Jair Bolsonaro. Já que foi por determinação do presidente que o uso de medidores de velocidade móveis e portáteis estava suspenso desde agosto deste ano.

Bolsonaro se manifestou em sua conta no Twitter “Você é a favor da volta dos radares móveis nas rodovias federais? Determinei à AGU recorrer da decisão judicial de 1ª Instância”.

“A falta dos radares pode causar danos à sociedade”, esse foi o argumento utilizado na decisão pelo juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal Cível, que na última quarta-feira, 11, atendeu ao pedido de liminar feito pelo Ministério Público Federal (MPF).

Em agosto, a determinação foi comprida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após a publicação de um despacho do presidente Jair Bolsonaro. A suspensão atingiu o uso de radares estáticos, móveis e portáteis. De acordo com o governo, o Ministério da Infraestrutura está reavaliando a regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas.

Com informações da Agência Brasil

Related Articles

Close