Goiânia

Defesa Civil monitora áreas de risco

A previsão é de grande volume de chuvas e ventos fortes 

As equipes que compõem a Defesa Civil Municipal realizam monitoramento nos 59 pontos críticos de alagamento em Goiânia. O trabalho prévio visa evitar danos. Todos os pontos estão mapeados e, naqueles onde há necessidade, a Defesa Civil coloca sinalização indicativa de risco. As equipes do órgão trabalham em sistema de plantão 24 horas. 

Segundo o coordenador executivo da Defesa Civil, GCM Francisco Vieira, foram 315 ocorrências em 2019, divididas entre alagamentos, vendaval, monitoramento em áreas de risco, enxurradas, corrida de massa e outros eventos em diversas regiões de Goiânia.

Diante das previsões de chuvas e ventos fortes, a Defesa Civil reforça as orientações para a população, em caso de alagamento: se estiver de carro, a recomendação é que opte por rotas alternativas que evitem pontos de alagamentos. Se estiver parado e o local começar a encher, o motorista e os passageiros devem deixar o veículo e seguir para local seguro. 

No caso dos motociclistas, a recomendação é não tentar atravessar vias alagadas, pois podem esconder buracos que podem ocasionar a quedas e outros acidentes. O cidadão pode acionar os serviços da Defesa Civil pelos telefones: 3524-4080, 153 ou pelo 193 do Corpo de Bombeiros, caso a ocorrência seja em Goiânia.

 

Angélica Camila de Oliveira

cultura.jornaldap@gmail.com

Related Articles

Close