Notícia

“Produtor rural goiano já percebe diminuição de crimes no campo”, afirma Governador Ronaldo Caiado, durante posse da nova diretoria da Faeg

Uma das prioridades de gestão do governador Ronaldo Caiado, a segurança pública já acumula resultados positivos também na área rural

 

 

“O produtor já sente a diminuição do roubo de cargas e de assaltos a propriedades”, afirmou o chefe do Executivo goiano, durante a solenidade de posse da nova diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), realizada na noite desta quinta-feira (12/12). Caiado comentou o assunto em entrevista coletiva, e também em discurso, quando falou sobre a importância da implantação da Patrulha Rural Georreferenciada no Estado.

Por meio da iniciativa, que contou com o apoio da Faeg, a Polícia Militar cadastra produtores, funcionários, máquinas e animais em uma base de dados, que pode ser acessada pelos agentes e que também contém a localização exata da fazenda. Tudo é monitorado a partir do Centro de Comando e Controle Rural, instalado em Goiânia.

Mas esse não foi o único assunto que marcou o evento. O governador fez questão de reafirmar seu compromisso com o setor que mais oportunidade de emprego dá aos goianos, mesmo diante de contextos de crises econômicas. “Chegamos, em 2019, a uma safra recorde de 24 milhões de grãos, o que representa um aumento de 15%”, exemplificou.

A constatação não vem desprovida de outros dados substanciais. O setor representa 75% das exportações goianas, com valor de R$ 4,8 bilhões (período de janeiro a novembro de 2019). E não só isso: atualmente, são 286 mil pessoas em atividades agropecuárias, entre empregos formais e informais.

“Temos ainda muito o que avançar, mas o agronegócio pode contar com o trabalho do governo, que vai lutar para melhorar a infraestrutura, com a construção de pontes e a recuperação de 5 mil quilômetros de rodovias que atualmente estão intransitáveis. Tem a carência da energia elétrica da Enel, que estamos ‘brigando’ para resolver”, listou o governador.

Ao recepcionar o gestor público, o presidente reeleito para o triênio 2019/2022, deputado federal José Mário Schreiner, ressaltou o protagonismo de Caiado no agronegócio. “O governador tem uma história construída na defesa do setor produtivo no Brasil. Nós temos que entender toda a dificuldade fiscal que o Estado enfrenta neste primeiro ano. A gente quer chegar a um equilíbrio, para que as coisas possam avançar. E, claro, superar os desafios da Enel. O governador tem lutado muito nesta direção”, elogiou Schreiner.

O presidente da Faeg falou também sobre algumas prioridades que a nova diretoria da federação tem pela frente. “Diariamente, temos que estar preocupados com a qualidade de nossos alimentos, sanidade animal e vegetal, sempre procurando buscar mercados, mas, acima de tudo, manter mercados”, destacou.

Presente também na solenidade, o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, disse sobre o quão imprescindível é manter parcerias com entidades como a Faeg. “É, sem dúvida, uma entidade que representa todos os interesses dos produtores do Estado de Goiás. Estamos de mãos dadas para fortalecermos cada vez mais o nosso setor agropecuário, que gera várias divisas, e consequentemente, nos dá várias oportunidades. A intenção é construir uma pauta positiva de favorecimento a todo segmento produtivo”, assinalou.

Além de José Mário Schreiner, a nova diretoria da Faeg, eleita com 99% dos votos válidos, conta com Eduardo Veras de Araújo (1º vice-presidente); Luciano Jayme Guimarães (2º vice-presidente); Ailton José Vilela (1º vice-presidente institucional); José Renato Chiari (2º vice-presidente institucional); Armando Leite Rollemberg Neto (1º vice-presidente administrativo) e Geovando Vieira Pereira (2º vice-presidente administrativo).

Também compareceram à solenidade o superintendente federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Goiás, José Eduardo de França; os presidentes Pedro Leonardo (Emater), Pedro Sales (Goinfra) e Marcos Roberto Silva (Detran); os superintendentes Dirceu Borges (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás – Senar GO) e Derly Cunha (Sebrae); o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), André Rocha; o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), Rubens Fileti; a esposa do presidente da federação, Luciane Oliveira Schreiner, dentre outros convidados.

Related Articles

Close