Notícias

Feiras especiais de Goiânia retornam com limite de 50% de barracas

Barracas deverão ser instaladas com distanciamento de 2 metros

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), publicou na tarde da última sexta-feira (17) os protocolos para o retorno seguro das feiras na capital.

Para a retomada, as feiras especiais devem seguir protocolos definidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA). Todas as barracas montadas e o espaço de funcionamento devem ocupar 50% de toda a feira.

São 32 feiras especiais na capitail aptas a retornar após quatro meses com interrupção por conta das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. A retomada faz parte do processo gradual e responsável do retorno das atividades econômicas e não econômicas.

Os feirantes deverão, a partir da próxima terça-feira dia (21) manter distanciamento de 2 metros entre as bancas; atender os protocolos do decreto estadual do dia 19 de abril e as regras da Portaria n 041-2020.

Em todos os casos serão obrigatórios, uso de máscara, manter o distanciamento social mínimo de 1 metro entre trabalhadores e clientes, disponibilizar álcool em gel 70% para clientes e funcionários, limpar as superfícies frequentemente e desinfectar com álcool 70%.

Os locais também deverão disponibilizar lixeiras, de preferência com tampa e pedal, e em caso de troco em dinheiro, recomenda-se devolver em saco plástico para que não haja contato direto.

Para as bancas de alimentação será obrigatório manter distância de no mínimo 2 metros entre as mesas, não permitir o consumo de alimentos em pé, máximo de quatro pessoas por mesa e não disponibilizar cardápios. Os pedidos devem ser feitos no balcão e as mesas e cadeiras devem ser higienizadas com álcool 70% após o uso de cada cliente.

Nas feiras livres recomenda-se observar as boas práticas de operações divulgadas pela SEAPA, além de manter distância de 2 metros entre bancas vizinhas (lateral). Para as feiras especiais deve-se manter distância mínima de 2 metros entre bancas vizinhas e distância mínima de 3 metros nos corredores para livre circulação.

Para que isso aconteça, deve ser adotado o sistema de revezamento semanal entre as bancas. O revezamento deve ser feito entre bancas impares e pares, a iniciar pelas bancas de números ímpares. Exemplo: primeira semana de funcionamento, devem executar os seus trabalhos as bancas de número 1,3,5,7 e assim sucessivamente, conforme o número total de bancas da feira.

Já na semana seguinte, devem executar os seus trabalhos as bancas de número 2,4,6,8 e assim sucessivamente. A medida deve garantir que todas as bancas funcionem quinzenalmente e atinjam o distanciamento necessário. Caso não seja possível o revezamento pela numeração, deve ser feita a intercalação entre as bancas, de modo que assegure o distanciamento obrigatório.

Para cumprir todas as normas os feirantes deverão ter paciência e colaborar com as autoridades responsáveis para que não haja nenhum prejuízo no enfrentamento à pandemia. Em caso do não cumprimento dos protocolos sugeridos, pode resultar e advertência ou suspensão das autorizações.

Gustavo Martins

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo