Terça, 21 de Setembro de 2021
21 de Setembro de 2021
Publicidade

5 de maio – Dia Mundial do Trânsito e da Cortesia ao Volante

Com o tema “Eu respeito a faixa, eu respeito a vida”, Prefeitura de Goiânia lembra a importância do respeito à faixa de pedestre

No Dia Mundial do Trânsito e da Cortesia ao Volante, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade, chama a atenção para o alto número de mortos e feridos no trânsito no mundo e lembra da importância do respeito à faixa de pedestre com enfoque ao tema da 8ª edição do Movimento Maio Amarelo 2021: “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”, que segue até o dia 31.

A data surgiu durante a Década de Ação pela Segurança no Trânsito, proposta pela ONU (Organização das Nações Unidas) e OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2009, e já chamava a atenção dos países para o alto número de mortos e feridos no trânsito de todo o mundo. Diante deste chamamento, é constatado que a mudança no atual quadro de acidentalidade do trânsito no país depende de quem está no comando de qualquer sistema motorizado. Por isso, a exemplo do que já é feito em Brasília-DF, a campanha de 2021 da Secretaria Municipal de Mobilidade de Goiânia (SMM) quer sensibilizar os condutores a respeitar a preferência de travessia do pedestre nas faixas a ele destinadas, em função de ser considerado o mais frágil no trânsito.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) responsabiliza os condutores pela segurança dos pedestres. “A boa convivência entre esses usuários depende basicamente do respeito aos direitos e deveres de cada um e o nosso objetivo com a campanha é salvar vidas”, pondera o prefeito da Capital, Rogério Cruz. Por determinação do prefeito, a SMM trabalha para criar essa relação de respeito ao pedestre porque, afinal, todos são pedestres.

Segundo o secretário da pasta, Horácio Mello, o resultado do trabalho vai significar menos vidas em risco. “Após essa campanha de conscientização, o objetivo é auxiliar na diminuição das mortes no trânsito e elevar Goiânia a ser uma referência nacional no respeito à travessia. Estender os braços e fazer o sinal de vida para atravessar a rua deve se tornar uma convenção goianiense e o motorista do veículo precisa parar na faixa”, afirmou Mello.

A Prefeitura de Goiânia está na força-tarefa e chama a atenção para que todos cumpram suas responsabilidades e a Capital tenha um trânsito mais humano. “Motorista, motociclista, ciclista, entregador, taxista: antes de seguir na via, fique atento a todas as sinalizações e, principalmente, para o pedestre que também precisa transitar. Respeitar a faixa é respeitar a vida”, destacou o secretário.

Secom Goiânia

Compartilhe este post: