Notícias

Aluno da rede estadual cadastrado no Bolsa Família terá repasse de R$ 75

Esse valor deve ser utilizado para alimentação dos estudantes durante o período de suspensão das aulas presenciais

O Governo de Goiás publicou, na tarde desta quarta-feira, dia 25, o decreto que regulamenta o repasse de verbas da alimentação escolar para os alunos matriculados na rede estadual de educação, que tenha cadastro no programa Bolsa Família.

A decisão de atender os alunos das regiões mais carentes do estado e que tem na alimentação escolar uma importante parcela da alimentação diária foi determinada pelo governador Ronaldo Caiado à secretaria de educação, que buscou apoio em outros órgãos do estado para realizar o atendimento aos alunos. O decreto regulamenta o repasse de cinco reais por dia para cada aluno e atende a esse primeiro período de suspensão de aulas presenciais com até setenta e cinco reais por aluno.

O governador afirmou na manhã de hoje em coletiva que tem por objetivo cuidar dos alunos em situação de vulnerabilidade. “Nós vamos passar 75 reais a mais, no programa bolsa família para que as crianças que estão fora da escola tenham acesso a alimentação”, enfatizou o governador.

Segundo o que regulamenta o decreto, a alimentação escolar para os alunos será viabilizada pelo aporte de valores para aquisição de alimentos por suas famílias, preferencialmente, por meio do Cartão Bolsa Família, ou Cartão Renda Cidadã e também o Cartão Cidadão. O governo de Goiás vai usar o fundo Protege para fazer esse aporte financeiro.

 

Gustavo Martins

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados