Quinta, 06 de Maio de 2021
06 de Maio de 2021
Publicidade

Ao contrário de Gustavo Mendanha em Aparecida, Senador Canedo tem mulheres na metade do secretariado

Com 48% de mulheres na prefeitura, senador Canedo dá exemplo nacional

O novo prefeito de Senador Canedo Fernando Pellozo (PSD) assumiu o cargo chamando a atenção de Goiás e do país ao optar por uma forte presença feminina no seu secretariado.

Ao todo são 20 pastas municipais em Senador Canedo, das quais agora 9 estão sendo comandadas por mulheres, algo inédito em Senador Canedo. Entre elas, a secretaria de Saúde, a Controladoria, a secretaria de Assuntos Comunitários e outras.

Fernando Pellozo ressalta o papel da mulher em sua gestão: “Não foi difícil encontrar mulheres capacitadas para estar à frente das pastas. Estou muito satisfeito com a composição deste time, pois temos uma equipe de extrema competência. Quem tem a ganhar com isso é a população de Senador Canedo”, disse ele.

Ao contrário do prefeito Fernando Pelozzo, em Aparecida, o prefeito Gustavo Mendanha, um gestor que gosta de se apresentar como moderno, formou um secretariado com 26 homens e apenas uma mulher, por sinal a sua esposa Mayara Mendanha, secretária de Ação Comunitária.

Imagina-se que em Aparecida existam, sim, mulheres capacitadas, em ramos como a advocacia, a medicina, a administração de empresas, a educação e tantas outras áreas de atuação onde elas se empoderaram, refletindo a marcha civilizatória do mundo contemporâneo. O problema é que o prefeito ou não enxergou essa nova realidade social ou então simplesmente não quis contemplar mulheres no seu secretariado.

O governador Ronaldo Caiado também tem muitas mulheres na sua equipe de auxiliares, algumas em pastas cruciais para o andamento da gestão, como Cristiane Schmidt na Secretaria de Finanças, Fátima Gavioli na Secretaria de Educação e Andréa Vulcanis na Secretaria de Meio Ambiente – posições estratégicas e carregadas de importância não só em Goiás, mas em qualquer estrutura de governo seja qual for o Estado.

Na contramão, o prefeito de Goiânia Rogério Cruz montou um secretariado com apenas duas mulheres – a advogada Marcela Araújo (Administração) e a ex-vereadora Tatiana Lemos (Políticas Públicas para as Mulheres) foram as escolhidas. Antes de ser prefeito, ele foi pastor da Igreja Universal, que defende a total submissão da mulher ao homem.

Presença feminina até mesmo no comando da Guarda Municipal

Entre as pastas comandadas por mulheres na prefeitura de Senador Canedo estão a Saúde (Fabiana Lopes), a Infraestrutura (Patrícia Rodrigues da Cunha), a Controladoria (Juliane Gonzaga) e a Assistência Social (Simone Assis). 

Matematicamente falando, a presença feminina no secretariado do prefeito Fernando Pelozzo corresponde a 48% do secretariado da sua gestão.

Mulheres ainda ocupam o Instituto de Assistência aos Servidores de Senador Canedo (Iamesc), com Eliete Gonçalves. Assuntos Comunitários é comandada pela irmã do senador Vanderlan Cardoso (PSD), Vanilda Cardoso, principal apoiador de Fernando Pellozo na campanha pela prefeitura.

A Previdência de Senador Canedo também é presidida por uma mulher: Ana Maria Emos. Além disso, a Guarda Civil Municipal é comandada por Marta Damázio, agente concursada que chamou atenção também por ser a mais nova da corporação, com 24 anos.

Compartilhe este post: