Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

Aparecida e Goiânia começam a vacinar adolescentes contra a Covid-19 nesta quarta-feira

Municípios também devem dar início à aplicação da dose de reforço em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos

A vacinação de adolescentes contra a Covid-19 começará hoje, 15, em Aparecida de Goiânia e Goiânia. No Estado, outras 72 cidades já iniciaram a imunização do grupo. Os municípios também devem dar início à aplicação da dose de reforço em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. A prefeitura da Capital informou que a estratégia de como será feita a aplicação em adolescentes e imunossuprimidos só seria divulgada após a confirmação da chegada de uma nova remessa de doses, que estava prevista para ocorrer ontem, 14. Contudo, até o fim da edição da reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde não havia fornecido mais detalhes.

Já em Aparecida de Goiânia, todos com 17 anos ou mais já podem receber a 1ª dose em oito postos espalhados pela cidade. Na hora de receber o imunizante, é necessário apresentar documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão SUS de Aparecida e comprovante de endereço. Assim, a partir de hoje, os jovens nessa faixa etária podem procurar, sem necessidade de agendamento, o drive-thru da Cidade Administrativa, das 8h às 18h.

Quem preferir receber o imunizante nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) dos setores Andrade Reis, Anhambi, Jardim Olímpico, Bairro Cardoso, Jardim Florença e Veiga Jardim ou na Central Municipal de Imunização, precisa agendar pelo aplicativo “Saúde Aparecida”. O acesso pode ser feito pelo site da prefeitura (aparecida.go.gov.br). As vagas para as pessoas com mais de 17 anos foram liberadas ontem, 14, a partir das 17h.

Os adolescentes com menos de 17 anos que se enquadram nos seguintes grupos também serão imunizados: gestantes e puérperas, pessoas com deficiência e jovens que estejam em cumprimento de medida socioeducativa. Nesse último caso, a vacinação será in-loco, com as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) visitando os centros de internação. Grávidas e adolescentes em pós-parto (até 45 dias), bem como as pessoas com deficiência, precisam comprovar a situação.

A ordem de vacinação obedecerá à recomendação do Ministério da Saúde. Serão atendidos, primeiro, os adolescentes com 17 anos e aqueles com deficiência permanente, comorbidades ou então que estejam privados de liberdade. “Depois, aos poucos, vamos ampliando”, diz Renata Cordeiro, gerente de Imunização de Aparecida de Goiânia.

No Estado, a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) definiu que a vacinação de adolescentes seria iniciada depois que 80% das cidades goianas alcançassem o grupo de pessoas com mais de 18 anos. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), coletados na última sexta-feira, 10, além dos 72 (29%) municípios que já começaram a vacinar adolescentes, outras 134 cidades (54%) chegaram aos 18 anos.

 

População acima de 70 anos

Tem início também, em Aparecida, a aplicação da dose reforço para a população em geral acima de 70 anos em todos os nove postos que já aplicam a segunda dose: drive-thru do Aparecida Shopping e do Centro de Especialidades, UBS´s dos setores Andrade Reis, Anhambi, Bairro Cardoso, Jardim Olímpico, Jardim Florença e Veiga Jardim e Central de Imunização. Segundo estimativa da SMS, mais de 20 mil pessoas nessa faixa etária já receberam duas doses da vacina ou dose única e estão aptas para serem imunizadas com o reforço.

Para esse grupo receber a terceira dose do imunizante será necessário respeitar o intervalo de seis meses após a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única), independente da vacina aplicada. Os acamados não precisam entrar em contato novamente com a Central de Imunização para agendar a aplicação do reforço. A SMS fará esse controle.

 

Imunossuprimidos

Ainda em Aparecida, as pessoas com alto grau de imunossupressão também deverão receber a terceira dose a partir de hoje, nos nove postos citados acima. Nesses casos, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de 28 dias após a última dose do esquema básico, também independentemente da vacina aplicada. Para facilitar o acesso, na quinta e sexta, 16 e 17 de setembro, a SMS visitará as clínicas de hemodiálise da cidade, onde muitos recebem atendimento. A imunização das pessoas vivendo com HIV ocorrerá das 8h30 às 16h, no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do município, localizado no Centro de Especialidades.

Sobre o tipo de vacina indicado para a terceira dose, a coordenadora de Imunização da SMS, Renata Cordeiro, explica que ela poderá ser diferente daquelas aplicadas na primeira e segunda vez: “A recomendação é que a vacina a ser utilizada como terceira dose seja, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro, ou, de maneira alternativa, vacina de vetor viral. Isto é, poderá ser da Pfizer, Janssen ou AstraZeneca, independentemente de qual tenha sido administrada até então.” (Por Eduardo Marques / jornalismo@diariodeaparecida.com )

Compartilhe este post: