Quarta, 28 de Julho de 2021
28 de Julho de 2021
Publicidade

Aparecidense conhece seus adversários na Série D

Em 2020, Camaleão do Cerrado bateu na trave e quase conseguiu o acesso

Júnior Schumacher

E não é notícia repetida. Desde semana passada o Diário de Aparecida vem divulgando as tabelas das diversas séries do Campeonato Brasileiro que envolvem times goianos. No último sábado, 27, a Confederação Brasileiro de Futebol (CBF) divulgou os grupos e a tabela do Campeonato Brasileiro Série D. 

A Aparecidense ficou no Grupo A5, juntamente com: Goianésia, Jaraguá, Gama/DF, União de Rondonópolis/MT, Porto Velho/RO e Nova Mutum/MT. O oitavo integrante sai do confronto da fase preliminar entre Real Ariquemes/RO e Brasiliense/DF.

Ao todo 68 clubes disputam o torneio, que começa em maio com uma fase preliminar. A disputa de grupos se inicia em junho. Após a fase anterior, sobrarão 64 times que se dividirão em oito grupos de oito agremiações cada. Classificam-se os quatro melhores, totalizando 32 equipes que entrarão em confrontos eliminatórios com partidas de ida e volta, o chaveamento segue até a grande final que está agendada para os dias 7 e 14 de novembro.

Os quatro clubes que alcançarem as semifinais garantem as vagas para o Campeonato Brasileiro Série C 2022. Na temporada passada, que se encerrou apenas em 2021, o Mirassol/SP foi o grande campeão, equipe que foi justamente o algoz da Aparecidense nas quartas de finais do torneio.

Será a décima participação da Aparecidense na competição, e o resultado de maior expressão foi justamente na última temporada. A equipe de Aparecida de Goiânia esteve muito próxima do acesso, a julgar principalmente pelas circunstâncias da desclassificação para a equipe paulista. No primeiro confronto, a Aparecidense saiu na frente do placar e levou a virada, mesmo enredo na partida de volta disputada no Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. 

O presidente da equipe goiana, Élvis Mendes, ressalta as dificuldades do torneio e traça os objetivos da equipe na competição nacional. “Saiu o sorteio, a Aparecidense mais uma se classificou para essa importante competição nacional. Grupo difícil, posso afirmar, mais difícil que do ano passado, pois provavelmente teremos as duas melhores equipes do Distrito Federal (Gama e Brasiliense). Temos os nossos coirmãos Goianésia e Jaraguá, e as incógnitas União/MT, Porto Velho/RO e Nova Mutum/MT”, disse.

Mesmo com as dificuldades que se apresenta, o dirigente enalteceu que a Aparecidense entrará forte para a disputa. “É encarar com seriedade, grupo difícil, equilibrado, e a Aparecidense mais uma vez disputando essa Série D, para quem sabe conquistar o tão sonhado acesso. Batemos na trave aqui em 2020 e se Deus quiser iremos fortes esse ano, para realmente trazer essa conquista para Aparecida de Goiânia”, finalizou.

Foto: Nicolle Mendes / Assessoria Aparecidense

Compartilhe este post: