Quarta, 21 de Abril de 2021
21 de Abril de 2021
Publicidade

Aparecidense consegue classificação e respira aliviada

Equipe quebra tabu contra time esmeraldino e passa para as semifinais da competição

Alívio, essa é a palavra, esse é o sentimento de todos na Aparecidense após vencer o Goiás por 2 a 0. A classificação conseguida pela equipe na noite da última quarta-feira, 10, no Estádio da Serrinha, contra o Goiás, significou a exorcização de vários pormenores e desconfianças que insistiam em rodear o Estádio Anníbal Batista de Toledo. A primeira e sempre presente no DNA do time de Aparecida de Goiânia desde que começou a se destacar no futebol goiano; “ time B do Goiás”, fato que ganhou notoriedade após as diretoria das duas equipes se relacionarem bem e no elenco da Aparecidense sempre ter muitos atletas pertencentes ao time da capital.

A quebra do tabu de nunca ter vencido o Goiás em jogos de mata-mata também é algo a se ressaltar, mas o mais importante da classificação é a garantia de calendário para a equipe no segundo semestre. “Estamos a dez dias se preparando para esse jogo, desde que saímos da Série D, focamos no Goianão, eu dizia para os atletas, foco total nesse jogo contra o Goiás, porque valia o segundo semestre da Aparecidense. Vale uma classificação para a Série D, vale uma classificação para a Copa do Brasil. Tanto para levar o nome do clube e da cidade a nível nacional, como financeiramente, a Copa do Brasil é muito importante. Sabíamos de tudo que representava esse jogo, eu saio feliz porque os jogadores entenderam o meu recado, compraram a ideia e deram tudo de si aqui dentro da Serrinha”, ressaltou Elvis Mendes, Presidente Executivo da Aparecidense, na saída do gramado.

Os confrontos das semifinais do Campeonato Goiano ainda não estão definidos. A Aparecidense pode enfrentar o Atlético, Vila Nova, Jaraguá, Goianésia ou Crac. O dirigente do Camaleão disse que o clube não pode escolher adversário, mas admitiu que prefere evitar as duas equipes da capital. “Ninguém quer pegar time de Série A, ninguém quer pegar o Atlético, nem o Vila que está em uma boa fase. Agora escolher adversário para chegar na final é besteira, quem quer ser campeão não pode escolher adversários. Seja quem for, vamos encarar de igual para igual, a Aparecidense tem elenco para encarar qualquer um desses times” ressaltou.

Um fato muito interessante, mas não preponderante na classificação da Aparecidense é a utilização de um time totalmente misto, desfigurado pelo lado do Goiás, o Alviverde ainda luta pela permanência na divisão de elite do futebol brasileiro, e praticamente atuou contra o Camaleão com o seu terceiro time, a indagação sobre o episódio foi inevitável, e Elvis foi categórico em afirmar que se fosse ele o presidente do time esmeraldino faria a mesma escolha. “ É uma Série A que está em jogo, falei com o Paulo Rogério ( Presidente do Goiás) no intervalo, e disse que ele estava certinho, e não ganhamos de qualquer time, a camisa pesa, não é qualquer atleta que tem condições de vestir essa camisa” completou o dirigente.

As partidas das semifinais ainda não tem datas definidas, a FGF (Federação Goiana de Futebol) deve definir ainda na tarde desta sexta-feira, 12.  O certo é que serão partidas únicas a ser jogadas na casa dos melhores colocados do certame. A ordem dos confortos é a seguinte: primeiro contra o quatro e o segundo pega o terceiro.      

Por Júnior Schumacher

Foto: Nicolle Mendes

Compartilhe este post: