Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
27 de Fevereiro de 2021

Após revitalização, aeródromo de Catalão dá agilidade a traslado de órgãos humanos

Em dois anos, 14 unidades foram colocadas em funcionamento pela Goinfra. Trabalho é fundamental para a gestão da saúde no Estado, em casos de transplantes e distribuição de vacinas contra Covid-19 às regiões mais distantes da capital. Durante a reforma foi realizada toda a sinalização horizontal e vertical, além das manutenções em áreas verdes e restauração do sistema de balizamento noturno

O aeroporto de Catalão foi palco de uma ação conjunta da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Secretaria de Estado da Saúde (SES) e Serviço Aéreo do Estado de Goiás (Seag), que garantiu o rápido traslado da equipe da gerência de Transplantes, responsável pela avaliação e captação de órgãos, de Goiânia para o município. O sucesso da missão só foi possível graças ao trabalho do Governo de Goiás, por meio da agência, que revitalizou o aeródromo e assegurou a homologação do espaço pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Durante a reforma em Catalão, foi realizada toda a sinalização horizontal e vertical, além das manutenções em áreas verdes e restauração do sistema de balizamento noturno. “Uma só vida que puder ser salva a partir deste trabalho, não há preço no mundo que pague”, comentou o presidente da Goinfra, Pedro Sales, sobre a implantação dos aeródromos pelo interior do Estado. 

Ao todo, Goiás já conta com 19 aeroportos homologados e operacionais. No início do governo, apenas cinco funcionavam. Hoje, do total em atividade, seis estão autorizados para a operação diurna e noturna, são as unidades de Anápolis, Porangatu, Catalão, Posse, Aruanã e Santa Helena de Goiás. “São unidades de suma importância para toda população”, pontua Pedro Sales. 

Os aeródromos têm sido fundamentais para a gestão da saúde no Estado. Neste início de ano, por exemplo, com a chegada das vacinas contra a Covid-19 a Goiás, a SES, em parceria com a Casa Civil, encaminha as doses de imunizantes para as regionais do Estado mais distantes, localizadas em Posse e Campos Belos, por via aérea.

Ampliação
A partir do trabalho da gerência de Aeródromos, a Goinfra revitalizou e colocou em funcionamento 14 aeródromos em dois anos – Goiânia, Alto Paraíso, Aragarças, Campos Belos, Ceres, Luziânia, Mozarlândia, Niquelândia, Palmeiras de Goiás, Pirenópolis, Quirinópolis, São Miguel do Araguaia, Uruaçu e Santa Helena.

Entre as próximas metas da gerência estão homologação do balizamento noturno em Quirinópolis, São Miguel do Araguaia, Uruaçu e Pirenópolis, o que permitirá que as unidades também recebam voos durante a noite.

Fonte: Goinfra – GO

Compartilhe este post: