Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

Caiado dá arrancada para a reeleição com obras e presença nos municípios

Governador estreita parcerias, anuncia investimentos volumosos no interior e consolida apoio de 160 prefeitos para disputar novo mandato no próximo pleito

Apesar de as eleições estarem previstas para daqui a 16 meses, prefeitos, vereadores, partidos e lideranças municipais já se movimentam, antecipando o debate e estabelecendo estratégias e rumos para o embate de 2022. Hoje, 160 dos 246 prefeitos estão afinados com o Palácio das Esmeraldas.

Neste mês de maio, o governador Ronaldo Caiado (DEM) começou uma agenda de visitas ao interior do Estado para intensificar contatos, ouvir demandas e principalmente distribuir e entregar benefícios. Após reunir grupos de prefeitos em Luziânia, Iporá e Jaraguá, Caiado vai seguir cumprindo a agenda de visitas aos municípios para inauguração de obras e, também, para interagir com prefeitos e líderes municipais, com o objetivo de fortalecer a base aliada para as eleições para governador, senador, deputados federal e estadual em 2022.

Tudo começou por Luziânia, na semana passada, onde 20 prefeitos estiveram presentes em encontro com Caiado. Obras foram entregues e anunciadas, parcerias administrativas definidas e, também, manifestações de apoio à reeleição do governador ocorreram.

A região do Entorno do Distrito Federal sempre foi um reduto eleitoral do PSDB do ex-governador Marconi Perillo, mas a derrocada tucana aconteceu ano passado, na disputa pelas prefeituras. Os aliados de Caiado impuseram derrota a Marconi de ponta a ponta. O prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto, trocou o PSDB pelo DEM, se elegeu e é um dos coordenadores políticos do projeto de reeleição de Caiado no Entorno do Distrito Federal. “Deixei o PSDB para caminhar ao lado de Caiado, que é um líder, um gestor de visão e companheiro em todas as horas. Estaremos ao seu lado, ano que vem, para garantir uma votação histórica à reeleição do governador”, justificou.

O prefeito de Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró (MDB), foi reeleito em 2020 com o apoio de Ronaldo Caiado, derrotando a ex-prefeita e deputada estadual Lêda Borges (PSDB). “Caiado é honesto, trabalhador, líder político em Goiás e no País”, diz Mossoró, ao adiantar que só ficará no MDB se o partido apoiar a reeleição.

Dando seguimento à agenda iniciada em Luziânia, o governador esteve na sexta-feira última em Iporá para inaugurar obras, mas foi surpreendido pelo apoio de 15 prefeitos da chamada região do Mato Grosso Goiano, tendo à frente Naiçotan Leite, que deixou o PSDB para se filiar em um partido da base caiadista. Naiçotan disse que vai percorrer toda a região em busca de apoio à reeleição de Ronaldo Caiado: “Em um ano e meio de governo, vi que Caiado merece o apoio de todos nós, políticos, e do povo em geral. É um líder com espírito público, dedicado aos mais pobres. Nesta pandemia, tem trabalhado muito para evitar mortes.”

Ronaldo Caiado ainda esteve, ontem, 23, em Jaraguá, cidade-polo da região do Vale do São Patrício, onde um grupo de 16 prefeitos manifestou apoio à reeleição do governador, tendo à frente Paulo Vitor (DEM), chefe do Executivo da cidade. Antes de ser prefeito, Paulo Vitor foi chefe de gabinete do governador. “Sempre estive com Caiado nas eleições para deputado federal e senador. Em 2018, caminhamos o Estado ao seu lado na campanha de governador. Em 2022, mais uma vez, vamos andar pelo Estado pedindo votos para a reeleição de Caiado, um homem de bem, sério, honesto e que defende os necessitados.”

Prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes (DEM) também conclamou as lideranças políticas do Vale do São Patrício a se engajarem no projeto de reeleição do governador em 2022. Leozão do Renatão – ele é primo do ex-prefeito Renato de Castro, atual presidente da Codego –, como é conhecido, enfrentou o PSDB da família Lage (Otavinho e Jalles) e o MDB de Daniel Vilela, obtendo uma vitória consagradora em 2020.

Compartilhe este post: