Governo

Caiado destina R$ 75 milhões para sinalização das GOs

Verba também é destinada para equipar Comando de Policiamento Rodoviário

Ação faz parte do programa Goiás em Movimento, da Goinfra, que atuará em oito eixos para garantir mais segurança nas rodovias estaduais. Governador entrega 10 motocicletas modelo BMW 750 e equipamentos para polícia rodoviária. “Nossa turma tem mostrado competência”, destaca

O governador Ronaldo Caiado lançou, nesta sexta-feira (23/10), o programa Goiás em Movimento, eixo Sinalização. O objetivo é garantir a segurança dos motoristas que trafegam pelas rodovias goianas e prevenir a ocorrência de acidentes. “Os contratos que assinamos hoje vão avançar e muito na melhoria da trafegabilidade de nossas estradas”, frisou. O evento também marcou a entrega de 10 motocicletas BMW 750 e equipamentos para o Comando de Policiamento Rodoviário (CPR) da Polícia Militar.

A ordem de serviço assinada nesta tarde viabiliza a implantação e restauração da sinalização horizontal, vertical e tachas refletivas das rodovias estaduais. Para isso, o Governo de Goiás, via Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), investirá cerca de R$ 75 milhões. O programa mapeou o Estado em cinco macrorregiões, e cada uma delas terá um contrato para execução do serviço.

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, explicou que caberá a cada empresa contratada identificar, na sua região de atuação, os trechos com maior tráfego e demanda. São a partir desses locais que os trabalhos terão início. “Os pontos críticos devem ser concluídos até o primeiro semestre do ano que vem”, projetou. O restante da demanda, continuou, “será feito ao longo do biênio final da atual gestão”.

O programa Goiás em Movimento é dividido em oito pilares. Além de Sinalização, fazem parte do cronograma de melhoria das rodovias goianas os eixos: Pavimentação, Reconstrução, Manutenção, Pontes, Obras Civis, Aeródromos e Controle de Qualidade. Essa iniciativa, afirmou Caiado, fará com que os cidadãos sintam a diferença de gestão do Estado. “Vai ver uma estrada sinalizada, uma ponte arrumada, vai ter toda a parte de controle, um check list bem feito e todas etapas sendo cumpridas”, salientou.

Sales destacou a necessidade de começar pelo eixo da Sinalização, um preocupante déficit percebido nas GOs. Conforme explicou, nas gestões passadas os contratos feitos pela então Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) abrangiam todas as intervenções necessárias para a rodovia em questão. “O problema é que a execução dos projetos é complexa e exige ajustes. Às vezes, para não estourar limite [orçamentário], sacrificava-se um item. E costumeiramente era a sinalização”, salientou.

Na premissa de fazer mais com menos, o presidente da Goinfra apresentou, durante o evento, um slide mostrando que o contrato anterior para a execução da sinalização em Goiás foi orçado em R$ 135 milhões, e a proposta vencedora somava R$ 111 milhões. “No atual contrato, com valores corrigidos e ampliação dos serviços prestados, esse valor caiu para R$ 75 milhões”, informou. “É um valor substancialmente reduzido e de maior abrangência.” Ele disse ainda que seu maior compromisso é reconstruir a imagem da agência, e que exemplos como esse mostram a seriedade da gestão de Caiado.

Os próximos passos contemplarão os demais eixos. Em discurso, o governador adiantou que já dialoga com o governo federal em busca de apoio para acelerar o Goiás em Movimento, sob todos os aspectos. Citou, como exemplo, o avanço focado na construção e revitalização de pontes, dando “condição das pessoas poderem transitar”. Também mencionou o trabalho que a Goinfra realiza para reabrir aeródromos pelo interior do Estado e melhorar a qualidade da pavimentação das GOs, acabando com o chamado “efeito Sonrisal”, em referência à má qualidade do asfalto aplicado pelas gestões passadas.

Motocicletas e equipamentos

No mesmo evento, o Comando de Policiamento Rodoviário recebeu, das mãos de Caiado, as chaves de 10 motocicletas modelo BMW 750, além de 5 mil cones e 150 cavaletes, que serão utilizados nas operações de policiamento ostensivo e preventivo, na fiscalização e nas ações de educação do trânsito. “Nossa turma tem mostrado competência”, disse o governador sobre a atuação dos policiais rodoviários. “Com essas motos, dá pra chegar junto.”

O custo anual de locação das motocicletas é de R$ 263 mil. Já para aquisição dos materiais foram investidos R$ 675 mil. Nos dois casos, os recursos são do Fundo Constitucional de Transportes, dinheiro proveniente de multas e que é revertido para melhoria e segurança das rodovias. “Trabalhamos, sob a liderança do governador Ronaldo Caiado, para melhorar cada vez mais a segurança do cidadão aqui de Goiás”, declarou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

O governador ainda destinou para a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) quatro motocicletas, que estavam em desuso. “Terão uma utilidade muito grande para nós”, comentou o titular da Seel, Rafael Rahif. “A gente precisa desse equipamento para apoio nas atividades do Autódromo de Goiânia, ou dos estádios Serra Dourada e Olímpico.”

Também participaram do evento o secretário de Estado da Comunicação, Tony Carlo; o comandante-geral da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel Renato Brum; e o comandante de Policiamento Rodoviário, tenente-coronel Evenir da Silva Franco Júnior.

Tags

Arquivos relacionados