Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Caiado elogia iniciativas que apostam na tecnologia para promover Educação em Goiás

Em sua live diária, governador também falou sobre assuntos como a possibilidade de cancelamento da Romaria de Trindade e preocupação dos presidentes dos Poderes com queda nos índices de isolamento social no Estado

A partir do dia quatro de maio, os alunos da rede estadual de ensino terão à sua disposição uma forma inovadora de acesso ao conteúdo do ano letivo. A Televisão Brasil Central (TBC) e as rádios Brasil Central AM 1270 e RBC FM 90,1 passam a retransmitir videoaulas ao vivo, elaboradas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Sempre em dois horários: das 10h a 10h30 e das 15h às 15h30.

A iniciativa ganhou elogios do governador Ronaldo Caiado, durante live diária, transmitida pelos veículos da Agência Brasil Central e parceiros, nesta segunda-feira (27/4). “Este é um trabalho pelo qual tenho que cumprimentar o pessoal da Educação. Eles estão com todo um empenho e não é fácil passar do ensino presencial, com o aluno na sala de aula, recebendo as orientações do professor”, reconheceu Caiado.

Esse será mais um ponto de apoio para os estudantes e professores da Rede Estadual que estão em Regime Especial de Aulas Não Presenciais, implantado no dia 23 de março. “Agora, os professores passam a dar aula à distância, prestando auxílio na divulgação das matérias, muito bem elaboradas, e os alunos vão poder receber todo conteúdo pela internet, TVs e rádios. Assim, protegemos nossas crianças, mesmo que as estatísticas mostrem que elas sejam menos contaminadas. Se elas ficam em ambiente com alto risco de contaminação, elas se tornam possíveis vetores de transmissão para as pessoas mais idosas. É justamente no colo das mais idosas que elas vão”, explica o Caiado.

Além das aulas, os estudantes e professores usam também o portal de conteúdo portal.educacao.go.gov.br para subsídios nesse período.  Os alunos que não têm acesso a internet estão recebendo material impresso para que continuem com o aprendizado nesse período, ao todo cerca de 90% da rede estão com esse regime. Outra ação sendo articulada pela pasta é o projeto GoiasTEC.

 O programa propõe atender o Ensino Médio com metodologia inovadora por meio de aulas a partir de transmissão em tempo real, via satélite. As aulas serão ministradas em estúdio, fazendo uso da melhor solução tecnológica disponível, em larga escala, no sistema público e para a Educação Básica. 

“Vamos poder dar condições às crianças, que moram nas regiões mais longínquas do Estado, ou mesmo aquelas que não tiveram oportunidade de fazer cursos de informática, de poderem viver um novo momento, adequando-se e preparando-se para interagir com estas novas ferramentas, que muitas vezes são reservadas a um determinado segmento da sociedade, não chegando às pessoas mais vulneráveis”, refletiu Caiado. Há, inclusive, escolas de educação indígenas que já recorrem a estas plataformas digitais para darem continuidade às aulas.

 

Compartilhe este post: