D2Goiás

Caiado inaugura primeiro colégio estadual do Jardim do Cerrado

O governador Ronaldo Caiado inaugurou ontem, 30, o Colégio Estadual Jardim do Cerrado, em Goiânia, em solenidade ao lado da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado. A escola é a primeira do Estado no bairro da região oeste da Capital. A localidade abriga 40 mil moradores. Na oportunidade, foram entregues Chromebooks aos alunos da terceira série do ensino médio. Ele também anunciou a implantação de uma escola Padrão Século XXI na localidade.

O governador destacou que a região, que abriga mais de 40 mil moradores, foi “completamente esquecida” por gestões anteriores, que não edificaram uma escola sequer no local, ao mesmo tempo em que cresceram os índices de violência. “Garantimos segurança. Temos a melhor polícia do Brasil. Construímos nossa escola em tempo recorde, em apenas dois meses”, citou.

A unidade de ensino atenderá 596 estudantes, que estão matriculados nas turmas de 6º ano do ensino fundamental até a 3ª série do ensino médio. O prédio foi disponibilizado à Secretaria de Estado da Educação, por meio de uma cessão de uso, pela Prefeitura de Goiânia. “Vocês querem oportunidade e terão em nosso governo. Apoio, dignidade e condições de serem vencedores, de subirem no pódio da educação e da profissionalização”, afirmou o governador.

“Quero vocês como vencedores na vida. É assim que se transforma o Estado e dá dignidade à população”, reiterou Caiado ao conversar com os alunos. Na sequência, ao anunciar a implantação de uma Escola Padrão Século XXI na região, o governador informou que a nova unidade terá capacidade para atender mais de 2 mil estudantes. “Em outubro, a Fátima [Gavioli] vai apresentar o projeto para nós começarmos a construção da unidade. Esse é o nosso compromisso, trabalhar o dia todo para transformar Goiás”, enfatizou.

Com investimentos de quase R$ 330 mil do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Goiás), a requalificação do edifício foi realizada em tempo recorde, apenas dois meses. Desde o início da gestão, o governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), já recuperou 1.049 escolas.

Além de promover a melhoria da educação na região, a primeira-dama Gracinha Caiado informou que a OVG e o GPS levarão programas sociais e benefícios aos moradores da região. “A gente sabe que o Jardim do Cerrado merece muito mais. Temos o projeto Goiás Social, que já está organizado, para chegar às famílias do bairro, trazendo capacitação e renda para quem quer trabalhar”, garantiu.

Gracinha também aproveitou para reforçar o compromisso do governo estadual com a Educação. “A luta de todos os dias do governador é para que nossos jovens e crianças se preocupem apenas em estudar, porque essa é a única obrigação que nossos pequenos devem ter”, acrescentou.

Ao representar o prefeito Rogério Cruz, o secretário municipal de Educação, Wellington de Bessa, destacou que a inauguração do colégio só foi possível graças à parceria entre o governo estadual e a prefeitura. “Essa unidade traz dignidade aos estudantes do Jardim do Cerrado. Hoje temos um ciclo completo no bairro, com Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), Educação Infantil, ensino fundamental e, agora, ensino médio, graças a essa parceria junto ao Estado de Goiás”, pontuou. “O governador hoje traz oportunidade de mudar a vida de vocês. É um bilhete premiado para cada um fazer o próprio destino”, ratificou.

Secretária de Educação de Goiás, Fátima Gavioli reconheceu o empenho dos servidores estaduais para a efetivação da escola. “Obrigada, professores, por aceitarem o desafio de fazer desta uma das melhores escolas em aprendizagem do Estado de Goiás. Confio e acredito no trabalho de vocês porque vi quão dispostos vocês estão para fazer a diferença aqui, desde a montagem da escola até agora, para entrar em sala de aula.” À comunidade, a secretária reforçou que o bairro não deixará de ser uma prioridade para o Estado. “O Jardim Cerrado não está e não será esquecido neste governo. Queremos levar educação de qualidade a todas as crianças”, ressaltou.

Para iniciar o funcionamento, todo o prédio foi reformado. As obras tiveram início no último dia 28 de junho. Na requalificação, o Estado, por meio do PDDE Goiás, fez o investimento total de R$ 329.008,93. Além da escola nova, os alunos do último ano do ensino médio, que estudam no Colégio Estadual Jardim do Cerrado, também receberam 25 Chromebooks, que vão auxiliar o aprendizado. Ao todo, o governo de Goiás investiu R$ 144 milhões na aquisição de 60 mil computadores, que estão sendo distribuídos a todos os estudantes da 3ª série do ensino médio.

Com a reforma, o colégio passa a contar com nova central de gás e combate a incêndio. A verba também foi usada para a melhoria do telhado, reparos na cozinha, colocação de forro de PVC, requalificação das salas de aula, dos sanitários regulares e para pessoas com deficiência, além de pintura geral e revisão na parte elétrica.

 

Depoimento

A nova unidade já traz grandes expectativas para a comunidade. João Augusto, de 16 anos, é estudante do 9º ano e um dos novos alunos da escola. “Eu estudava em Trindade. Com este colégio no bairro, vai facilitar muito a minha vida, porque antes eu pegava dois ônibus e agora não vou precisar andar de ônibus mais”, contou.

Também aluno do Colégio Estadual, Richard Aires, de 15 anos, comentou que o bairro não é um lugar para ser esquecido. “Daqui podem sair muitos médicos, muita gente importante. É uma grande oportunidade e a gente só tem a agradecer, porque o conhecimento não tem preço”, declarou.

Emocionado, Márcio Veloso, pai de aluno, chamou a inauguração de “uma das maiores conquistas” que o bairro já teve. “A palavra de Ronaldo Caiado não volta atrás. É o único governador que olhou para nossa gente e pisou no Jardim do Cerrado”, pontuou.

 

Programa Direto na Escola

O PDDE – GO consiste na destinação de recursos do tesouro estadual para todas as Coordenações Regionais de Educação (CREs), com o objetivo de ampliar unidades escolares, adequar salas modulares e reformar CREs. A definição dos serviços a serem realizados atendeu a critérios estruturais, com o objetivo de tornar o ambiente escolar mais seguro, bonito e confortável, com espaços ideais para o estímulo ao ensino-aprendizagem.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:D2