Quarta, 28 de Julho de 2021
28 de Julho de 2021
Publicidade

Carta faz críticas ao prefeito, que retruca alfinetando Daniel

No evento de rompimento com o prefeito Rogério Cruz, no Hotel Alphapark, os emedebistas divulgaram uma longa carta justificando o afastamento da administração de Rogério Cruz: “A pouco mais de dois meses após a morte do prefeito eleito, assistimos a uma completa mudança de rumos da atual gestão. O prefeito Rogério Cruz paralisa obras, suspende projetos e não consegue mais apontar com clareza os rumos da administração. Ou não pode fazê-lo”, critica o documento.

Os ex-secretários do MDB sustentam ainda que o comando da Prefeitura de Goiânia, hoje, está nas mãos do partido Republicanos, a partir de nomes de fora de Goiás indicados para funções estratégicas na administração. “Goiânia está sob a direção de uma legião estrangeira descomprometida com nossa população, composta por pessoas que sequer conhecem a cidade ou sabem os desejos e necessidades de seus moradores. Todos eles nomes obscuros para os goianienses e muitos desconhecidos até pelo próprio prefeito”, frisa a carta.

Os seguidores de Daniel Vilela acusam, a certa altura do texto: “Ao se afastar do plano de governo e das pessoas que o construíram e o defenderam, Rogério Cruz age com deslealdade e trai o legado de Maguito, quebrando também o voto de confiança conferido nas urnas pelos goianienses.”

Em outro trecho, a carta sustenta: “É preciso dizer à sociedade goianiense que lamentamos profundamente o que ocorre hoje na Prefeitura. Em função da discordância frontal com os rumos da gestão da nossa cidade, nos afastamos da atual administração, mas jamais nos afastaremos de Goiânia e dos goianienses.”

Em um evento no Paço Municipal, também ontem, 5, o prefeito Rogério Cruz minimizou o desembarque do MDB e alfinetou o presidente estadual do partido, Daniel Vilela: “O MDB não está saindo da gestão, quem está saindo é Daniel e seu grupo”, disse Cruz. O prefeito argumentou ainda que sua gestão não está expulsando ninguém e citou a presença de vereadores e suplentes do MDB que o acompanhavam na solenidade.

Compartilhe este post: