Notícias

Centro-Oeste registra alta no faturamento on-line nos primeiros sete meses de 2021

Em segundo lugar na comparação de faturamento no e-commerce, por região, o Centro-Oeste cresceu 36,64% nos primeiros sete meses de 2021. Novamente na vice-liderança, considerando a mesma base comparativa, as vendas do setor na região tiveram alta de 33,66%. Os dados são do índice MCC-ENET, levantamento desenvolvido pela Neotrust|Movimento Compre & Confie em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital.

Considerando os sete primeiros meses do ano, a liderança nas vendas on-line foi da região Nordeste (34,26%). As demais regiões tiveram o seguinte desempenho: Norte (24,39%); Sul (18,94%); e Sudeste (9,46%).

“Os índices do MCC-ENET de Julho/21 mostram que o brasileiro já se habituou a realizar parte significativa de suas compras através do comércio eletrônico. Chegamos a 11% do consumo acumulado em 12 meses, no período que se encerrou em Junho/2021, feito através da Internet, um marco importante para o segmento, que poderá ser superado nos próximos meses, dada a tendência de aceleração das compras on-line”, afirma Gastão Mattos, responsável pela Divisão de Varejo On-line da Câmara Brasileira da Economia Digital.

Nas vendas realizadas pela internet, ao comparar julho e junho, o Centro-Oeste teve alta de 5,48%, continuando na vice-liderança regional, atrás somente do Nordeste (5,89%). As demais regiões configuraram da seguinte forma: Norte (3,00%); Sudeste (2,48%); e Sul (−0,89%).

Ao observar a métrica de faturamento do setor, em julho em relação a junho, o Centro-Oeste também ocupou a segunda posição (0,22%), atrás somente do Nordeste (2,02%). As demais regiões tiveram o seguinte desempenho: Sudeste (0,09%); Sul (−0,95%); e Norte (−3,38%). No acumulado do ano, os dados foram: Nordeste (40,16%); Centro-Oeste (36,64%); Sul (30,04%); Norte (24,17%); e Sudeste (17,60%).

Os índices mensais vêm da comparação dos dados do último mês vigente em relação ao período base (média de 2017). Para compor o índice, o Compre & Confie coleta 100% de todas as vendas reais de grande parte do mercado de e-commerce brasileiro, utilizando adicionalmente processos estatísticos para composição das informações do mercado total do comércio eletrônico brasileiro. Também são utilizadas informações dos indicadores econômicos nacionais do IBGE, IPEA e FGV.

O MCC-ENET traz uma visão completa a respeito do e-commerce no País a partir da análise das seguintes variáveis: percentual nacional e regional de vendas online, faturamento do setor e tíquete médio. Outras métricas analisadas mensalmente são participação mensal do e-commerce no comércio varejista e crescimento do setor no varejo restrito e ampliado, além da distribuição das vendas por categoria. Por último, a penetração de internautas que realizaram ao menos uma compra trimestralmente pela internet também está contemplada no índice.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Notícias