Terça, 21 de Setembro de 2021
21 de Setembro de 2021
Publicidade

Cobertura vacinal em Goiânia é tema da live Prefeitura Digital

Na entrevista, a secretária-executiva disse que de ontem até sexta-feira o drive-thru do Shopping Passeio das Águas disponibilizará cerca de 2 mil senhas diárias para imunização

Com o objetivo de explicar o andamento da cobertura vacinal contra a Covid-19 em Goiânia, a entrevistada da live Prefeitura Digital de ontem, 16, que tem a apresentação da primeira-dama do município, Thelma Cruz, foi a secretária-executiva da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Luana Ribeiro. Ainda no bate-papo, com transmissão pelo Facebook e Instagram da prefeitura, as dúvidas dos internautas também foram esclarecidas.

“O recebimento de uma quantidade um pouco maior do que estamos acostumados nos propiciou a possibilidade de avançar a vacinação em Goiânia e atingir o público com idade acima de 25 anos”, disse Luana Ribeiro ao enfatizar que é necessário ter muita responsabilidade e criar mecanismos e ações que possam facilitar o acesso à vacina pela população de Goiânia. “Neste fim de semana, por exemplo, realizamos a repescagem das pessoas com mais de 40 anos que ainda não tinham se vacinado”, comentou.

Conforme a secretária-executiva, essa repescagem foi importante porque as pessoas que não se vacinaram no tempo estipulado pela estratégia de vacinação da SMS tiveram a oportunidade de participar. “Além dessa, outras estratégias também estão sendo executadas, como a busca ativa de quem não se vacinou por algum motivo”, ressaltou, completando que Goiânia já atingiu a marca de vacinação de 65% da população com mais de 18 anos com ao menos a primeira dose do imunizante e mais de 1,5 milhão de doses aplicadas.

Questionada sobre o decreto para a recusa de vacinas disponíveis, Luana Ribeiro contou que a medida foi necessária depois de 346 pessoas recusarem, em um único dia, a receber a aplicação da vacina. “O mais importante que as pessoas precisam entender nesse momento é que todas as vacinas disponíveis têm eficácia comprovada e são autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).” Ela argumentou que depois da publicação do decreto que coloca no fim da fila as pessoas que recusam a vacina disponível, o número caiu drasticamente. “Hoje temos poucos casos registrados e sempre ressaltamos: a melhor vacina é a que está disponível”, falou.

Sobre a antecipação da segunda dose para professores, a secretária-executiva da SMS explicou que o período entre a aplicação das duas doses deve ser respeitado como é estabelecido pelo fabricante e como foi determinado pelo Ministério da Saúde. “Essa medida só pode ser executada com a anuência do Ministério da Saúde e com o envio de doses específicas para antecipação aos municípios, o que ainda não ocorreu”, explicou.

Com relação à vacinação das grávidas, Luana Ribeiro lembrou que a estimativa da SMS é de que existam 20 mil gestantes em Goiânia, mas, conforme ela, pouco mais de 5,5 mil mulheres procuraram o Ciams Dr. Domingos Viggiano para receber o imunizante. “Esse dado ainda é preocupante e precisamos nos alertar quanto às grávidas. Infelizmente tivemos casos que não resistiram e a vacina ainda é o melhor remédio”, disse Luana, ao frisar que as gestantes não precisam de agendamento e podem procurar a unidade de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Uma internauta perguntou sobre a vacinação no drive-thru do Shopping Passeio das Águas e a secretária-executiva lembrou que de ontem, 16, até sexta-feira próxima, 20, o local terá a disponibilidade de 2 mil senhas diárias. “Quem não conseguiu agendar pelo aplicativo Prefeitura 24 Horas ou pelo site da Prefeitura de Goiânia pode procurar o local com documentos pessoais e comprovante de endereço para se vacinar. Aos poucos vamos avançando e logo, logo toda população com mais de 18 anos estará imunizada”, concluiu.

 

Compartilhe este post: