Domingo, 20 de Junho de 2021
20 de Junho de 2021
Publicidade

Com popularidade alta, Caiado foca na gestão

Helton Lenine 

Ronaldo Caiado (DEM/foto) dedica sua atenção à frente do governo de Goiás em dois focos: combate à pandemia de Covid-19 e aceleração de lançamentos e inaugurações de obras em saúde, educação, segurança pública e infraestrutura (rodovias). O governo está bem avaliado nos 246 municípios, segundo mostram pesquisas. O governador adianta que só a partir de janeiro vai tratar de eleições.

Endividamento
O Diário de Aparecida revela com exclusividade: o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) tenta empréstimo no valor de 150 milhões, em dólar, o que representa 550 milhões em reais. O dinheiro está sendo buscado junto ao NDB, instituição financeira internacional conhecida como Banco do Brics.
Endividamento II
O empréstimo, se concretizado, será utilizado em obras estruturantes em Aparecida de Goiânia, já que a prefeitura, em quatro anos e quatro meses, tem poucas obras para mostrar à população, principalmente em pavimentação asfáltica e viadutos.
Endividamento III
O endividamento da Prefeitura de Aparecida teve salto na gestão de Maguito Vilela, através do antigo Banco Andino, também para pavimentação asfáltica e obras estruturantes.
Endividamento IV
Nos governos de Maguito e Mendanha, a Câmara Municipal simplesmente aprovou e aprova os pedidos de empréstimos, sem exigir contrapartida ou mesmo capacidade de endividamento do município de Aparecida.

Conselheiros
Gustavo Mendanha (MDB) elegeu como seus principais conselheiros políticos: o ex-governador Marconi Perillo e o ex-deputado federal Sandro Mabel.
Diálogo
O deputado federal Professor Alcides iniciou conversações com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, na tentativa de encontrar uma saída para permanecer no partido.
Divergências
Professor Alcides e Alexandre Baldy, presidente do Progressistas de Goiás, não se entendem na formação do partido em diversos municípios.

Banho-maria
Rogério Cruz (Republicanos) decide, esta semana, se convidará o economista Carlos Eduardo Rodrigues de Paula, ex-homem forte dos governos de Maguito Vilela, como secretário de Finanças da Prefeitura de Goiânia.
Lacuna
Neste momento em que o Brasil está carente de renovação política, morre o jovem prefeito de São Paulo, Bruno Covas, uma das promessas do PSDB.
Estranho
Senador Márcio Bittar (MDB/AC), relator do Orçamento da União, destinou R$ 20 milhões para a aquisição de tratores para o município goiano Gameleira.
Incertezas
O cenário eleitoral de 2022 em Goiás segue indefinido, principalmente em relação a candidaturas à única vaga ao Senado Federal.
Único nome
Para o governo de Goiás, o que se sabe, até o momento, é que o governador Ronaldo Caiado (DEM) vai concorrer a novo mandato. Nada além disso.

Ozair José vai tentar voltar à Alego em 2022
O ex-deputado estadual Ozair José (foto), hoje filiado ao PSC caiadista, prepara-se para enfrentar as urnas no ano que vem, na tentativa de voltar à Assembleia Legislativa. Ele vai percorrer os municípios goianos em dobradinha com o deputado federal Glaustin da Fokus. Ozair será mais um aparecidense a entrar na lista dos pretendentes à Alego.


RESUMO

Os três senadores goianos votaram favoráveis às matérias do Governo Jair Bolsonaro. Já na Câmara Federal, 14 dos 17 parlamentares têm alinhamento com o Palácio do Planalto.

Rubens Otoni (PT), Flávia Morais (PDT) e Elias Vaz (PSB) são os deputados federais goianos que fazem oposição ao Governo Bolsonaro.

Iris Rezende (MDB) mantém suspense se irá atender aos apelos para que retorne à atividade política e para que seja candidato ao Senado, na chapa de Ronaldo Caiado, nas eleições de 2022.

Daniel Vilela (foto) já avisou aos prefeitos e presidentes de diretórios municipais do MDB que não vai concorrer ao governo de Goiás nem a senador e sim buscar novo mandato à Câmara Federal no pleito do ano que vem.

Compartilhe este post: