Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Comprar alimentos típicos da Semana Santa com antecedência é a melhor maneira de fugir dos preços altos

Professora do curso de Gastronomia ensina como fazer para conservá-los. Ela aconselha que o peixe deve ser comprado sempre congelado e em posta. E recomenda dar preferência aos produtos locais

Da Redaçaão

Com a proximidade da Semana Santa, os produtos da tradicional ceia da Sexta-feira Santa sofrem fortes altas. A expectativa é que alguns itens tenham majoração de preço considerável devido ao aumento da procura. A nutricionista e professora do curso de Gastronomia, Maria Helena Motta, ensinou como conservar os alimentos típicos, para quem deseja fazer as compras com antecedência e evitar a alta dos preços.

De acordo com a especialista, o peixe deve ser comprado sempre congelado, pois é mais seguro do ponto de vista higiênico – sanitário e em posta, em função da praticidade, pois já está eviscerado e cortado. “No caso do peixe ser o bacalhau, o mais usado nessa época, pode ser comprado gelado e desfiado, o que é mais prático e rende mais”, completou. Seja lá qual for o peixe, pode ser comprado com antecedência, para fugir dos altos preços e mantê-lo congelado até a véspera do uso. Ela recomenda ainda dar preferência aos produtos locais, pois são mais baratos e sustentáveis.

“O camarão seco, o amendoim, o leite de coco e o azeite de dendê, também podem ser comprados com bastante antecedência, pois todos estão em sua própria forma de conservação e não precisam ser congelados”, disse Maria Helena. O amendoim, ainda pode ser “torrado”, com até 15 dias de antecedência, para o preparo do caruru e vatapá, desde que seja conservado em um recipiente seco, limpo e com tampa

O quiabo, é melhor ser comprado fresco, até dois dias de antecedência, e mantido no refrigerador. Mas, se quiser comprar com tempo maior de antecedência, é possível congelar também. Para congelar o quiabo cru, deve-se retirar os cabinhos, lavar e fazer um branqueamento, para manter sua cor e textura originais.

O branqueamento é uma técnica utilizada para auxiliar a conservação dos vegetais, sob congelamento. Coloca-se os quiabos por 3 minutos em água fervente, depois basta retirar e pôr em um recipiente com água fria e gelo. Em seguida, seque os quiabos com auxílio de papel toalha (é necessário que estejam bem secos), põe em um saco de alimentos, fecha e congela imediatamente. Na noite anterior ao preparo, deixa os quiabos na geladeira e depois é só cortar e fazer o caruru.

Compartilhe este post: