Quarta, 28 de Julho de 2021
28 de Julho de 2021
Publicidade

Cruz nega influência da
Universal em seu governo

Helton Lenine 

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos/foto), nega influência da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual é pastor licenciado, nas mudanças que realiza no secretariado. E desafia: “Se alguém me provar, me mostrar que tem um pastor aqui, sem ser o licenciado, eu deixo meu cargo. Fica o desafio.”

Indicações
O partido Republicanos, ligado à Igreja Universal, tem feito indicações para o secretariado do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o que potencializou uma crise com o MDB.

Novo atrito
A decisão do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) de exonerar Fernando de Oliveira Jorge do cargo de superintendente de Ordem Pública da Secretaria de Planejamento sem sequer avisar a Agenor Mariano irritou os cardeais do MDB.

Novo atrito II
Fernando de Oliveira Jorge, que é ex-presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) em Goiás, é indicação do MDB de Daniel Vilela.

Novo atrito III
Hector Azevedo, chefe de gabinete do vereador Cabo Senna (Patriota), substitui Fernando Jorge na Superintendência de Ordem Pública da Seplan.

Influente
Presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota) já exerce “forte influência” na gestão Rogério Cruz.

Vice de fato
Com a morte de Maguito Vilela e posse de Rogério Cruz, Romário Policarpo é o eventual substituto do prefeito de Goiânia como chefe do Legislativo.

Insistência
Vereador Santana Gomes (PRTB) diz que, caso a CEI do Asfalto não seja aprovada pela Câmara de Goiânia, vai levar denúncias ao MPF sobre irregularidades em contratos.

Recuperação
O prefeito Gustavo Mendanha (MDB) vai permanecer por duas semanas em casa para recuperação da Covid-19, conforme recomendação médica.

Núcleo familiar
Na família de Gustavo Mendanha, já foram contaminados: a esposa, Mayara Mendanha, e dois filhos do casal. Além disso, os pais de Gustavo, Léo e Sônia, também contraíram o vírus.

Em São Paulo
Ex-deputado Léo Mendanha, pai de Gustavo Mendanha, segue em tratamento contra a Covid-19 em São Paulo. Ele chegou a ter 90% dos pulmões comprometidos.

Donativos
Desde que teve início, em 2020, a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus do governo de Goiás já levou mais de 2 milhões de donativos à população.

Donativos II
Foram cerca de meio milhão de cestas básicas, 450 mil frascos de álcool 70% e mais de um milhão de EPIs, entre máscaras, capotes e protetores faciais. A campanha é coordenada pela OVG.

Cruz nomeia Daniel para atividade na prefeitura
O presidente estadual do MDB, Daniel Vilela (foto), foi nomeado para compor a Comissão Gestora de Parcerias de Goiânia pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos). O colegiado tem por finalidade a gestão do Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas. A remuneração pelo exercício da função ocorre através de jetons.

RESUMO

Com o afastamento temporário de Gustavo Mendanha, os secretários diminuem o ritmo de trabalho na Prefeitura de Aparecida de Goiânia. A maioria atua por videoconferência.

Mesmo em tempo de pandemia, as nomeações para cargos comissionados na Prefeitura de Aparecida de Goiânia não foram interrompidas. Basta olhar o Diário Oficial do Município.

A vereadora de Goiânia Gabriela Rodart (DC) recebeu R$ 3,6 mil de auxílio emergencial do governo federal em 2020, segundo dados do Ministério da Cidadania. Rodart tem se notabilizado pelas atitudes negacionistas em relação à pandemia e ao isolamento social.

O deputado Henrique Arantes (MDB/foto) apresentou projeto de lei que dá nome de Helenês Cândido ao campus da Universidade Estadual de Goiás em Morrinhos, terra natural do ex-governador. Helenês morreu há uma semana, por complicações da Covid-19.

Compartilhe este post: