Goiás Online

Daniel apoiará Iris caso dispute o Senado

Helton Lenine 

Presidente estadual do MDB, Daniel Vilela (foto) teve conversa reservada com Iris Rezende (foto), na última quinta-feira, 20, no escritório do ex-prefeito, em Goiânia. Deixou claro que, se o emedebista decidir concorrer à vaga ao Senado nas eleições do ano que vem na chapa de Ronaldo Caiado (DEM), irá apoiá-lo em mais este desafio eleitoral.

Ranking vacinação
Aparecida de Goiânia aparece entre as últimas colocadas no ranking da vacinação em Goiás entre as cidades mais populosas do Estado. O município, que tem quase 600 mil habitantes, vacinou apenas 74.664 moradores com a primeira dose, segundo o último balanço divulgado, o que representa 12,65% da população. Com a segunda dose, o percentual de imunizados na cidade é de 6,7%.

Ranking vacinação II
Goiânia, a Capital e cidade mais populosa do Estado, lidera o ranking dos municípios que mais vacinaram em Goiás. Segundo o levantamento, 362.532 moradores já receberam a primeira dose, o que representa 23,9% da população. A dose de reforço já foi ministrada em 13,4% da população goianiense.

Desaposentadoria
Emedebistas fazem apelo para que o ex-prefeito Iris Rezende retome as atividades políticas e aceite convite para disputar as eleições do ano que vem como candidato a senador.

Familiares

A coluna Goiás Online apurou que a família de Iris Rezende já deu aval ao projeto do emedebista de enfrentar as urnas no pleito de 2022.

Estimulando crise
O ex-governador Marconi Perillo está enviando emissários do PSDB para “estimular” as pretensões de Gustavo Mendanha em relação às eleições de 2022, provocando, assim, um racha interno no MDB, já que a ala irista se aproxima do DEM caiadista.

Sem rumo
Marconi Perillo confessa que o PSDB não tem nome competitivo para concorrer ao Palácio das Esmeraldas. Ele e José Eliton aparecem com baixos índices de aprovação popular.

Fora do barco
Até o empresário Jânio Darrot, ex-prefeito de Trindade, abandonou o barco do PSDB para migrar ao Patriota de Jorcelino Braga, arqui-inimigo de Marconi Perillo.

Enigmática
A ex-deputada Iris de Araújo, ex-presidente regional, mandou um recado à direção do MDB em Goiás: “O barco emedebista não pode ficar à deriva sem uma decisão firme de quem o comanda. Risco de começar a fazer água por todos os lados.”

Sem opinião
Do prefeito Gustavo Mendanha (MDB) sobre o convite de Rogério Cruz (Republicanos) para Carlos Eduardo Rodrigues de Paula, ex-homem forte de Maguito Vilela, assumir a Sefaz de Goiânia: “Ele [Rogério Cruz] está formando sua equipe e eu respeito.”

Paralisação
O SindSaúde-GO decidiu, em assembleia, paralisar nesta segunda-feira, 24, parcialmente, o atendimento nas unidades de saúde de Aparecida de Goiânia.

Reivindicações
Os trabalhadores da prefeitura demandam o pagamento da data-base de 2020 e 2021, a progressão de carreira, o piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Endemias (ACE), o acréscimo no Adicional de Insalubridade, entre outros.

Outro lado
A Secretaria Municipal de Saúde informou que está cumprindo o Plano de Cargos e Salários dos servidores. Além disso, a pasta reforça que tem mantido “uma agenda de reuniões com a Secretaria da Fazenda e das categorias profissionais para discutir as demandas”.

Prefeitos homenageiam Maguito Vilela na FGM
A Federação Goiana de Municípios (FGM) batizou a Sala dos Prefeitos de “Maguito Vilela” em homenagem ao ex-governador e ex-prefeito de Goiânia e de Aparecida, morto em janeiro deste ano, vítima da Covid-19. Presidente do MDB goiano, Daniel Vilela se emocionou com a homenagem ao pai.

RESUMO

Ao contratar a jornalista Marina Remy, crítica do presidente Jair Bolsonaro, a Frente Conservadora de Goiás excluiu de seus quadros a vereadora goianiense Gabriela Rodart (DC).

A eleição presidencial de 2022 poderá ser polarizada por Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), segundo indica pesquisa do Datafolha.

Presidente estadual do PSD, Vilmar Rocha vai organizar nos próximos dias evento em Goiânia com lideranças do partido para “oxigenar” a pré-campanha de Henrique Meirelles ao Senado.

Max Menezes (foto) aguarda decisão da Assembleia Legislativa de indicar Humberto Aidar para a vaga de conselheiro do TCM, pois só assim será efetivado, como deputado estadual, como membro da bancada do MDB.

Você pode se interessar:

Comments are closed.