Goiás Online

Daniel espera gratidão e lealdade de Gustavo

O presidente do MDB goiano, Daniel Vilela, disse que não trabalha com a hipótese de o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, deixar o partido para ombrear com adversários históricos da legenda no Estado. “E espero não só de Gustavo, mas de todos os companheiros, gratidão e lealdade.” Daniel e Gustavo têm ligações antigas no MDB, sob as bênçãos do então prefeito Maguito Vilela.

Obra parada
O presidente da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia, André Fortaleza (MDB), promete para este mês retomar as obras de construção da nova sede da Casa de Leis. A interrupção ocorreu por falta de recursos financeiros.

Obra parada II
André Fortaleza diz que a Casa possui um saldo de R$ 2.482.469,08 no fundo do Legislativo para aplicar nas obras.

Obra parada III
Não há previsão para a inauguração da nova sede do Legislativo aparecidense, adianta o presidente.

Obra parada IV
A presidência da Câmara Municipal busca empréstimo bancário de R$ 10.000.000,00 para acelerar o andamento das obras da nova sede.

Obra parada V
O prédio próprio da Câmara de Aparecida está sendo construído no Residencial Village Garavelo, próximo à Cidade Administrativa (sede do Poder Executivo).

Drama de Mendanha
Se decidir por candidatura ao governo de Goiás em 2022, Gustavo Mendanha terá que renunciar ao cargo de prefeito de Aparecida de Goiânia, abrindo mão de dois anos e nove meses de mandato.

Reação dos eleitores
Não se sabe ainda qual será a reação dos aparecidenses diante de uma possível decisão de Mendanha de abrir mão do mandato que conquistou nas urnas em 2020. Será de aprovação ou de rejeição?

Quem assume
Com a vacância do cargo, o vice, Vilmar Mariano (MDB), assumirá a Prefeitura de Aparecida, com direito à reeleição para novo mandato de quatro anos.

Boa recuperação
Internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, o ex-prefeito Iris Rezende se recupera de forma satisfatória das consequências do acidente vascular cerebral (AVC) que sofreu em 6 de agosto último.

Baldy na chapa?
O Progressistas quer porque quer Alexandre Baldy como candidato ao Senado na chapa do governador Ronaldo Caiado às eleições de 2022.

Campos quer
O Republicanos também reivindica a presença de João Campos como candidato a senador, ao lado de Ronaldo Caiado. Só que existe apenas uma vaga.

Não desistiu
Outra dificuldade: Henrique Meirelles (PSD) é outro que busca a vaga de senador como companheiro de chapa do governador.

Mauro Miranda pede a Mendanha que apoie aliança MDB/DEM
O ex-senador Mauro Miranda fez apelo ao prefeito Gustavo Mendanha para que apoie a aliança do MDB com o DEM tendo Daniel Vilela como candidato a vice-governador às eleições de 2022. Miranda estava acompanhado do neto, Felipe Cecílio, provável candidato a deputado estadual pelo MDB.

 

RESUMO

Nos bastidores da política goiana, a opinião é unânime: Alexandre Baldy conversa com todo mundo, mas só decide os rumos do Progressistas em julho, quando se realizam as convenções partidárias.

A cinco anos das eleições de 2026, já se movimentam como pré-candidatos a governador de Goiás: Roberto Naves, Lissauer Vieira, Gustavo Mendanha, Vanderlan Cardoso, Alexandre Baldy e Daniel Vilela.

Gustavo Mendanha namora os seguintes partidos: PSDB, Patriota, PL e Republicanos, caso decida optar por deixar o MDB.

Professor Alcides Ribeiro (Progressistas) deve acompanhar Gustavo Mendanha em filiação a novo partido, caso o prefeito de Aparecida decida deixar o MDB para disputar a sucessão estadual do ano que vem. Ele é um dos líderes do grupo político de Mendanha.

Você pode se interessar:

Comments are closed.