Quinta, 15 de Abril de 2021
15 de Abril de 2021

Editorial do Diário de Aparecida: Eficiência policial

Reportagens seguidas do Diário de Aparecida mostram que é real uma queda expressiva nos índices de criminalidade no município, em especial quanto a ocorrências que envolvem violência extrema e resultam em mortes. Roubos e homicídios caíram quase à metade nos últimos dois anos, de resto acompanhando uma tendência generalizada em todo o Estado depois da posse do governador Ronaldo Caiado e da implantação de uma política de segurança rígida e implacável com quem vive à margem da lei.

As polícias, tanto a civil quanto militar, passaram a ser apoiadas pelo governo de forma incondicional, com mais quadros, equipamentos, armamentos e estruturas de inteligência, levando a uma maior eficiência e rapidez no esclarecimento dos casos investigados. O governador, do final do ano passado para cá, nomeou mais 100 delegados, dos quais 7 foram designados para Aparecida e lotados em postos policiais em áreas críticas e que demandam mais atenção da cidade.

Nesta edição, em entrevista exclusiva, a delegada regional de Aparecida Cybelle Tristão revela que 87% dos fatos criminosos comunicados à Polícia Civil, no município, são elucidados com rapidez, muitos em até 5 dias. É mais uma constatação positiva sobre o bom trabalho das forças estaduais de segurança, quebrando paradigmas que há décadas apontavam para a impossibilidade institucional de se dar efetividade ao combate à violência e à bandidagem para garantir mais paz social e tranquilidade para as cidadãs e os cidadãos de Goiás.

Temos muito a comemorar. E também lembrar que não se pode descansar no dia a dia da luta contra os malfeitores e suas perniciosas ações contra a sociedade. Felizmente, o momento hoje é o de uma somatória de vitórias nessa área, graças à liderança do governador Ronaldo Caiado e sua determinação para enfrentar desafios e superar dificuldades. O caminho que está sendo trilhado é o do endurecimento nas estratégias de repressão e apuração de todo e qualquer crime ou delito. Que assim continue.

Compartilhe este post: