Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Editorial do Diário de Aparecida: Flexibilizações

Na sexta-feira, 26, tanto o governador Ronaldo Caiado, quanto o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, anunciaram a reabertura do comércio para a próxima semana. A divergência é que, o chefe do Executivo da Capital anunciou a retomada para as atividades já para a próxima segunda-feira, 29, enquanto o decreto sancionado por Caiado e em vigor desde o dia 17 de março tem validade até o dia 30, terça-feira.

Os dois gestores se encontraram na tarde de ontem, 26, no Palácio das Esmeraldas, sede do governo do Estado, para discutirem a forma de como será feita essa retomada em Goiânia. Anteriormente, Cruz já havia anunciado que a flexibilização na Capital seguiria um modelo similar ao adotado aqui em Aparecida, de escalonamento regional por macrozonas.

O que preocupa é o cenário ainda encontrado em Goiânia e Região Metropolitana, em que a ocupação de leitos de UTI segue acima dos 95%, mesmo com os 14 dias de atividades fechadas do comércio. Aliás, a capital já está há 30 dias com bloqueio do funcionamento das atividades não-essenciais, já que antes do decreto de Caiado, o prefeito havia sancionado um primeiro decreto de sete dias e ao fim, o prorrogado por mais sete.

Resta-nos aguardar para vermos daqui a mais ou menos duas semanas, os reflexos desses 14 dias de fechamento. Se tiveram efetividades e foram eficazes. Por hora, o que sabemos é que assim como o país, mesmo com os esforços do Poder Público, Goiás tem batido recordes de morte e números de novos infectados ao longo desta semana. Que cada um de nós possa seguir realizando sua parte e seguindo os protocolos de segurança sanitária. A Covid-19 mata.

Compartilhe este post: