D4Goiás

Em 2020, roubos e homicídios tiveram redução de 42,3% em Goiás

O 2º Comando Regional de Polícia Militar publicou no último dia 30 de agosto o comparativo mensal de redução criminal. De acordo com informações, os dados das operações da PM dos últimos 30 dias em Aparecida de Goiânia foram referentes às principais ocorrências criminais ocorridas em agosto de 2020 e agosto de 2021. Os indicadores mostram que houve uma diminuição nos números de – 20% nos crimes de roubo a veículos na cidade. No total, 34 veículos foram recuperados das mãos de criminosos.

Para o assessor de comunicação social do 2° CRPM de Aparecida, major Wanderley Alves Moura, o objetivo é aferir as modalidades que tiveram aumento, redução ou se mantiveram estáveis nesses períodos. Ao Diário de Aparecida, ele fez questão de divulgar a redução nos índices criminais.

“Tivemos aumento em diversas frentes de ações e redução de diversas modalidades de crimes também. Houve queda de -13,33% no número de homicídios. Roubo a transeunte -15,03%, roubo ao comércio, -20%, o mesmo percentual para o crime de roubo de veículo. Também tivemos uma redução no furto de veículos, -18,97%, e tentativa de feminicídio, -8,33%. Esses números representam os esforços diários dos policiais militares, que dão o seu máximo nas ações preventivas e ostensivas”, enfatizou.

Vale lembrar que Goiás é um dos três Estados do Brasil que mais reduziram o número de roubos no primeiro semestre de 2021, quando comparado com igual período do ano passado. Isso aconteceu na atual gestão, quando, à frente do governo do Estado, o governador Ronaldo Caiado realizou inúmeros investimentos na Segurança Pública, juntamente com o chefe de segurança, Rodney Miranda.

 

Números

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2020 reúne números de ocorrências criminais e de vítimas em todas as unidades da Federação. Goiás recebeu destaque na redução de roubos e homicídios. De acordo com a pesquisa, a média nacional dos registros de roubos, incluindo todos os tipos, apresentou redução de 24,2% nos seis primeiros meses de 2020, sendo as maiores reduções registradas no Espírito Santo, -44,1%; Amapá, -43,8%; e Goiás, -42,3%. O estudo mostrou ainda que Ceará e Rondônia apresentaram crescimento nesses registros de 19,2% e 50,4%, respectivamente. (Por Edna Barbosa / jornalismo@diariodeaparecida.com)

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:D4