Goiás Online

Em 2022 vai vingar a experiência e não renovação política

Helton Lenine | heltonlenine@gmail.com

Especialistas políticos mostram que, em 2022, na disputa pelo governo de Goiás, o eleitor vai avaliar a experiência, o passado e as propostas dos candidatos e não apenas discurso de renovação e críticas infundadas. Ronaldo Caiado (DEM/foto) leva vantagem por ter reputação ilibada e serviços prestados a Goiás e gestão bem avaliada, apontam analistas e marqueteiros.

Incerteza
Gustavo Mendanha “bate cabeça” quando o assunto é escolher novo partido político. Certos mesmo ele tem apenas os nanicos PTC e Pros.

Namoro
Após ser vetado pelo bolsonarismo do PL, Mendanha “namora” o Republicanos de João Campos, Jeferson Rodrigues e Rogério Cruz.

Vai insistir
A deputada federal Magda Mofatto vai insistir na filiação do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, ao PL e para que seja candidato a governador com o apoio de Jair Bolsonaro.

Veto
O deputado federal Major Vitor Hugo, que vai trocar o PSL pelo PL para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro, veta a filiação de Gustavo Mendanha e rejeita a candidatura do ex-emedebista por suas ligações com a esquerda.

Só em março
As definições políticas começam a ocorrer em março, quando da vigência da “janela partidária”.

Dança dos partidos
Único tucano goiano na bancada federal, o deputado Célio Silveira se prepara para desembarcar no MDB de Daniel Vilela.

Vai ficar
Deputado federal Professor Alcides deu um passo atrás e deve permanecer no Progressistas, depois de acertar os ponteiros com Alexandre Baldy.

Mudou de lado
Deputado estadual Talles Barreto (PSDB) reuniu prefeitos de sua base eleitoral e o governador Ronaldo Caiado (DEM) em sua fazenda, em Rianápolis.

Dois projetos
Marconi Perillo é lembrado para disputar o governo de Goiás, mas tudo indica que o tucano deve enfrentar as urnas em 2022 na tentativa de voltar à Câmara Federal.

De fora
Duas vezes vice-governador e uma vez governador por nove meses, José Eliton (PSDB) prefere ficar fora das eleições do próximo ano.

Foco no mutirão
Presidente estadual do MDB, Daniel Vilela faz contatos com ex-auxiliares de Maguito Vilela para mobilizá-los ao Mutirão Iris Rezende, a ser realizado dias 11 e 12 próximos em Aparecida de Goiânia, sob o comando do governador Ronaldo Caiado.

Exoneração
Após repercussão negativa, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, exonerou sua nora dos quadros da Prefeitura de Goiânia. O gestor havia concedido gratificação para a esposa do filho e a direcionado para compor a equipe do Programa Urbano Macambira-Anicuns.

Leopoldo traça metas para nova gestão na Aciag
O presidente da Aciag, Leopoldo Moreira Neto, reeleito à presidência da entidade em 11 de novembro último, traça metas para a gestão para o biênio 2022/23. Ele terá a oportunidade de concretizar as ações que vislumbra, visando o fortalecimento da classe empresarial aparecidense. Leopoldo realizou uma gestão inovadora, acrescentando seu DNA na administração da entidade.

RESUMO

Para 2022, a previsão é de que pouco mais de cinco partidos vão concentrar os principais candidatos a deputado federal. O desafio é superar o coeficiente de 180 mil votos (em Goiás). Os pré-candidatos estão preferindo a formação de blocos que alcancem, pelo menos, 500 mil votos.

A Câmara Municipal de Goiânia vai entregar título de cidadania à primeira-dama Thelma Cruz, em sessão marcada para o próximo dia 13. A iniciativa é do vereador Anselmo Pereira (MDB).

MDB de Daniel Vilela realiza encontro estadual neste sábado, 4, em Anápolis. Já o PSDB de Marconi Perillo tem evento, também neste sábado, em Sancrerlândia.

O Ministério da Saúde liberou o pagamento de R$ 16,5 milhões em emendas parlamentares individuais e de bancada indicadas pelo deputado federal Glaustin da Fokus (PSC) a 44 municípios goianos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo