Quinta, 29 de Julho de 2021
29 de Julho de 2021
Publicidade

Em busca de manter a liderança, Aparecidense “reestreia” no Goianão

Líder do Grupo B, Camaleão do Cerrado recebe o Iporá no reinício da competição estadual

Júnior Schumacher

Parado abruptamente devido a segunda onda de contaminações do novo coronavírus, o Campeonato Goiano se reinicia hoje, para a Aparecidense. O Camaleão do Cerrado recebe o Iporá, às 16 horas, no Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. O jogo é válido pela quinta rodada do Goianão 2021.

O último jogo no torneio, antes da paralisação, foi a vitória maiúscula por 3×0, frente ao Goiás. Trunfo que rendeu a liderança isolada do Grupo B para a Aparecidense. Em quatro partidas disputadas até o momento, a equipe de Aparecida de Goiânia somou oito pontos (duas vitórias e dois empates, ou seja, ainda continua invicta na competição.

Mais que continuar na liderança e não perder a invencibilidade, a Aparecidense quer continuar com um outro objetivo conquistado até o momento; o de não ter a defesa furada ainda. O sistema defensivo da equipe aparecidense, juntamente com a do Atlético/GO, são as menos vazadas do certame até o momento. 

O técnico Thiago Carvalho não deve promover mudanças bruscas na equipe nesse retorno, inclusive ele destacou a importância dessa parada para o lado técnico e tático do grupo. “Eu como treinador sempre sonhamos em ter um tempo maior para trabalhar, é muito importante,  tentei aproveitar da melhor maneira possível tecnicamente, taticamente, tentando evoluir. Mesmo que o time esteja jogando bem, sempre tem o que melhorar. Foi muito importante, e acho que conseguimos chegar num nível acima do que estávamos, e espero que isso se reflita nos jogos”, disse o comandante aparecidense.  

 O treinador também falou da expectativa do retorno ao campeonato. “Expectativa muito grande, até pelo que a equipe vem fazendo, pelos jogos e resultados que tivemos antes da paralisação, então espero que a gente volte no mesmo nível, no mesmo caminho para que consigamos o mais rápido possível a pontuação necessária para nos classificarmos à próxima fase da competição. Aí sim tentar almejar uma primeira colocação, uma posição melhor, porque tem vários objetivos, e quanto maior a pontuação, as conquistas ficam mais presentes, exemplo é a Copa do Brasil, que é um torneio muito importante financeiramente falando para equipe, espero que consigamos”, finalizou.

Compartilhe este post: