Notícias

Em risco alto, Aparecida amplia isolamento social intermitente com escalonamento regional

Com o isolamento social intermitente, em funcionamento na cidade de Aparecida de Goiânia, desde 8 de junho, alcançando o cenário laranja/risco alto, começa neste domingo, 05, a aplicação das novas regras dentro deste cenário. Desta forma, cada macrozona, a cidade foi dividida em 10, fecha duas vezes de segunda a sexta-feira e a cidade inteira fecha aos sábados, a partir das 13 horas, e aos domingos o dia todo. A medida tem como objetivo reduzir o fluxo de pessoas nas ruas e conter o avanço da transmissão do coronavírus na cidade, preservando vidas conforme orienta a Organização Mundial da Saúde.

Este modelo de isolamento social intermitente aplicado efetivamente de forma escalonada – em quatro cenários – verde, amarelo, laranja e vermelho – e por macrozonas – segue Matriz de Risco do Ministério da Saúde, que a cidade adotou para fazer o enfrentamento à pandemia ainda em 22 de abril. Os principais gatilhos para mudança de cenários são a taxa de ocupação de leitos de UTIs e o aumento de contágio entre a população. Nos últimos dias, a taxa de ocupação de leitos de UTIs públicas ficou próximo de 60% e os leitos privados em 100%.

No dia de fechamento da macrozona, entre segunda e sexta, fecham-se até supermercados, padarias e postos de combustíveis. No cenário verde/estável, cada macrozona fechou uma vez por semana de segunda a sexta. No amarelo/moderado, as macrorregiões fecharam também aos domingos. No cenário vermelho, considera-se 14 dias (2 semanas), onde a cidade tem o comércio fechado regionalmente por 10 dias, ficando apenas 4 dias abertos, de modo intercalado. As decisões foram tomadas pelo Comitê de Enfrentamento ao coronavírus de Aparecida, com base em nota técnica da Secretaria de Saúde de Aparecida.

Mayara Ferreira

Estagiária supervisionada pelo editor Jorge Borges

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo