Quarta, 28 de Julho de 2021
28 de Julho de 2021
Publicidade

Empreendedoras goianas são destaques em programa de aceleração de startups da América Latina

Elas também integram os programas Embaixadores e Mentores da Inovação, criados pela Sedi. O quarteto terá a missão de fomentar uma comunidade de empreendedores, mentores para buscar oportunidades para toda a comunidade em 2021. O InovAtiva Brasil é o principal programa de aceleração de startups na América Latina, forma uma rede de apoio para ambientes favoráveis a negócios inovadores

Três goianas foram selecionadas pelo programa InovAtiva Brasil, do Ministério da Economia, para atuarem no fortalecimento do ecossistema de inovação em Goiás. Elas se juntam a uma “veterana”, que passa o bastão de líder para se tornar alumni do programa. De maneira voluntária, o quarteto terá a missão de fomentar uma comunidade de empreendedores, mentores e entusiastas em torno do tema do empreendedorismo e buscar oportunidades para toda a comunidade em 2021.

Gisely Meneses de Oliveira, 35 anos, Cynara Bahia, 43, Gabriella Silva Cabral, 24, e Letícia Queiroz Rufino, 29, também integram projetos de inovação criados pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). Cynara e Gabriella são mentoras do programa Mentores de Inovação. Letícia é Embaixadora da Inovação. Gisely é assessora de Inovação da Sedi e atua na implementação dos projetos pela Gerência de Fomento às Incubadoras e Startups. As quatro também integram as comunidades de startups (StartupGO) e de mulheres inovadoras (MulheresGO) no Estado.

Selecionada como líder de Comunidade InovAtiva, a empreendedora Cynara Bahia conta que fazer parte do programa fará com que ela possa utilizar sua experiência para ajudar outras startups a se desenvolver. “A melhor parte é desenvolver o ecossistema de inovação colaborando com outros empreendedores. Vamos trazer tudo que o InovAtiva tem em outras comunidades do país para nosso Estado. Isso fará com que as startups enxerguem mais possibilidades.”

Gabriella, que vai atuar como agente em Goiânia, disse esperar multiplicar os esforços para apoiar o ecossistema de inovação na capital. “Vamos divulgar os programas do InovAtiva e promover uma conexão maior entre as startups e as empresas tradicionais. Nós já temos um ecossistema de inovação forte. Agora, é mais uma boa oportunidade de continuarmos evoluindo”, afirma Gabriella, que também é dona de negócio próprio.

Também atuando como agente em Caldas Novas (a 156 km de Goiânia), a empreendedora Letícia acredita que o momento é de macro tendência de inovação tecnológica de nível global. “E, ainda assim, passamos por uma série de barreiras para fomentar e evoluir as comunidade de cada região do Brasil. Fazer parte da Comunidade InovAtiva, tão diversa e experiente, além de ser uma grande alegria, será incrível conectar a comunidade local, contribuir e aprender com cada um”, explica.

Alumni

Em 2021, o InovAtiva Brasil não terá líderes veteranos. Eles serão chamados de alumni, com vínculo regional. O papel será de apoio e mentoria para os novos membros (líderes e agentes), sendo conector e servindo como auxílio em atividades que tenham como princípio a melhoria e continuidade da Comunidade InovAtiva.

Em Goiás, Gisely passa a ser a alumni. “Vou ajudar na construção de plano de ações, elaboração e follow-up de eventos, organização de webinares, acompanhamento de textos, sugestões de pauta e convite de palestrantes, entre outros”, explica a assessora de Inovação.

O InovAtiva Brasil é o principal programa de aceleração de startups na América Latina. O movimento abrange e conecta comunidades de todo ecossistema de empreendedorismo, formando uma rede de apoio e mentoria para criar um ambiente favorável ao desenvolvimento de negócios inovadores.

Fonte: Sedi-GO

Compartilhe este post: