Quarta, 21 de Abril de 2021
21 de Abril de 2021
Publicidade

Aparecida tem estoque de 2ª dose de vacinas para profissionais de saúde e idosos

Imunização ocorre in loco, nas unidades de saúde, abrigos da cidade e por sistema drive-thru

Aparecida de Goiânia garante estoque suficiente para aplicação da segunda dose de vacina contra a Covid-19 para profissionais de saúde da linha de frente ao enfrentamento da pandemia, além de idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência e que já tomaram a primeira dose da vacina na segunda quinzena de janeiro. O intervalo entre a primeira e a segunda dose é de 28 dias. A prefeitura iniciou a segunda etapa na quarta-feira, 17. 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) destacou que conforme forem chegando novas remessas de vacinas a prefeitura ampliará a imunização para os outros grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde. A SMS já recebeu um total de 23.200 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo que 7,2 mil se referem à segunda dosagem.

De acordo com o Órgão municipal, a imunização desse primeiro grupo está ocorrendo da mesma forma em que foi realizada a primeira aplicação: in loco, com as equipes da SMS visitando as unidades de saúde públicas e privadas e abrigos da cidade. Ao mesmo tempo, a vacinação dos idosos com mais de 80 anos estará ocorrendo normalmente nos cinco postos de Aparecida. De acordo com a pasta, a secretaria ainda dispõe de aproximadamente 2 mil doses para esse grupo.

O secretário municipal de Saúde, Alessandro Magalhães, destacou que a imunização dos idosos acima de 80 anos e acamados acima de 60 anos continua normalmente. “Esse grupo ainda está recebendo a primeira dose da vacina. Temos, aproximadamente, duas mil em estoque destinadas exclusivamente aos idosos dessas faixas etárias e condições. Por isso, quem se enquadra nesse perfil e ainda não procurou um dos nossos postos deve ficar atento e procurar a vacinação o quanto antes”, reforçou. 

De acordo com o secretário, conforme forem chegando novas remessas de vacinas a SMS ampliará a imunização para os outros grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde (MS). Todavia, ele advertiu: “A vacinação não põe fim à pandemia, que continua e infelizmente está forte em praticamente todo o País. Eu reforço o apelo para que todas as pessoas não abandonem as medidas preventivas como o distanciamento social, o uso de máscaras, a higienização das mãos, a ventilação de ambientes internos e a vacinação, quando chegar a vez de cada grupo. Cuidar de si mesmo, agora, é sinônimo de proteger a toda a sociedade.”

A coordenadora de Imunização do município, Renata Cordeiro, explicou que, até o momento, todas as vacinas recebidas pelo município necessitam de aplicação em duas etapas. “Quem recebeu a primeira dose da Coronavac diretamente na unidade de saúde onde trabalha ou em alguma instituição de longa permanência receberá a segunda dose nesses mesmos locais. Quem recebeu a primeira dose da Coronavac em um dos nossos cinco postos de vacinação deve procurar novamente o posto no prazo de 28 dias para receber a segunda dose. Já quem recebeu a primeira dose da Astrazeneca em um dos cinco postos da cidade deverá retornar no prazo de 90 dias. Tudo conforme está escrito no Cartão de Vacinação.” 

O Diário de Aparecida entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) para saber quantas doses o município irá receber das 160 mil que o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou para chegar ao Estado na semana que vem. Em resposta, a SES-GO informou que esses dados poderiam ser obtidos junto à SMS. A pasta estadual destacou ainda que recebe os dados do município para alimentar o sistema e que as doses dos imunizantes serão distribuídas de forma proporcional ao critério populacional dos municípios goianos. Nossa reportagem, então, questionou a SMS de Aparecida e a pasta informou que ainda não sabe o número exato.

Vacinação in loco

A previsão é visitar ao longo do dia de hoje, 19, dez locais que receberam a imunização: Hospital Garavelo; Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Flamboyant; UPA Brasicon; Hospital Encore; Abrigo Nossa Senhora de Lourdes; Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP); Unidade Básica de Saúde (UBS) Independência Mansões; Centro de Atenção Integrada à Saúde (Cais) Colina Azul; Cais Nova Era; UPA Buriti Sereno; UBS Garavelo Park; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Hospital Estadual de Urgências de 

Balanço

A SMS já recebeu do MS, por intermédio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), um total de 23.200 doses de vacina contra a Covid-19, sendo que 7,2 mil se referem à segunda dosagem. Até o último balanço da SMS, na última segunda-feira, 15, 12.847 pessoas já haviam sido imunizadas com a primeira dose. Dessas, 174 são idosos e deficientes institucionalizados, 9.478 são profissionais de saúde; 1.868 são idosos acima de 85 anos; 1.091 são idosos acima de 80 anos e 236 são idosos acamados.

O primeiro lote de vacinas, com 7,2 mil doses da Coronavac, foi enviado à cidade na tarde de 18 de janeiro. Essas doses começaram a ser aplicadas dois dias depois, em profissionais de saúde da linha de frente e idosos e deficientes residentes em instituições de longa permanência. Um segundo lote, com 5 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegou em Aparecida na manhã de 25 de janeiro. Elas foram destinadas a profissionais de saúde e idosos acima de 85 anos. 

Já o terceiro lote, com 3,8 mil doses de Coronavac, tem sido destinado exclusivamente a idosos acima de 80 anos de idade. O quarto lote, com 7,2 mil doses de Coronavac, refere-se à segunda etapa da primeira remessa. Essas vacinas serão destinadas aos profissionais de saúde da linha de frente e idosos e deficientes residentes em instituições de longa permanência.

Eduardo Marques

Foto: Claudivino Antunes / Secom Aparecida

Compartilhe este post: