Entretenimento

Estudo aponta que gastos com lazer crescem 63% em um ano

Despesas nessa categoria vinham crescendo mês a mês e tiveram um pico de aumento em dezembro de 2020 e janeiro de 2021 – meses de aquecimento do turismo e de férias escolares (Divulgação )

A Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, analisou dados de mais de 140 mil usuários de seu aplicativo entre os meses de junho de 2020 e junho de 2021 e constatou que os gastos com lazer no Brasil cresceram 63%, em comparação com a média registrada no meio do ano passado.

De acordo com a análise, é possível observar que as despesas nessa categoria vinham crescendo mês a mês, com um pico de aumento em dezembro de 2020 e janeiro de 2021 – meses de aquecimento do turismo e de férias escolares. Em fevereiro, os valores voltaram a cair. Já no mês de maio, os valores voltaram a crescer. Em junho de 2021, último mês analisado pela plataforma, os gastos com lazer continuaram em crescimento, porém não superaram a maior média do período, que aconteceu em dezembro de 2020. Os registros analisam todas as despesas categorizadas no app com a palavra lazer, como por exemplo “shopping lazer” e “passeio lazer”.

A educadora financeira Larissa Brioso explica que estamos observando no comportamento dos usuários os efeitos das medidas de controle da pandemia. “Com a vacinação ganhando força em diferentes Estados brasileiros, as pessoas se sentem mais confiantes para voltar a ter atividades de lazer. Dessa forma, podemos supor que até o final do ano os gastos com esse tipo de despesa devem ter um salto expressivo com a vacinação da maioria da população brasileira”, comenta.

Em relação ao ticket médio, a média de despesas em junho de 2021 aumentou em 27% em comparação com o mesmo período no ano anterior. Passando de R$ 388,39 em junho de 2020 para R$ 493,56 em junho deste ano. Assim como na análise geral, os meses que apresentaram a maior média de gastos foram dezembro, com R$ 550,66, e janeiro, com R$ 534,95.

Você pode se interessar:

Comments are closed.