Quarta, 28 de Julho de 2021
28 de Julho de 2021
Publicidade

Falta de vagas em CMEIs prejudica mães trabalhadoras de Aparecida

Há casos em que crianças estão há três anos a espera de uma vaga nas unidades de ensino que são de responsabilidade da prefeitura

Os alunos da Rede Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia retornaram às aulas remotas desde o dia 21 de janeiro e aguardam a reabertura das escolas. Um problema sério, no entanto, persiste: não há vagas suficientes para todas as mães que querem matricular seus filhos nos Centros Municipais de Educação Infantil, os CMEIs, que na prática funcionam como creches para dar suporte às trabalhadoras aparecidenses enquanto cumprem expediente.

Neste começo de ano, a vereadora Valéria Pettersen, ex-titular da Secretaria municipal de Educação, Cultura e Turismo (de 7 de abril de 2018 até 30 de março de 2020), informou ao Diário de Aparecida (DA) que, durante sua gestão, para suprir a falta de vagas nos CMEIs, a prefeitura havia firmado com 20 instituições filantrópicas que atuam no município, o que resultou na geração de mais 2,5 mil novas vagas para a Educação Infantil. Só que esse número não foi suficiente.

No início de 2020, o Cadastro Reserva para a Educação Infantil, em Aparecida, tinha cerca de 11,8 mil crianças aguardando por vagas. O planejamento estratégico da prefeitura, nessa época, estabelecia a construção de 15 novos CMEIs, sendo que 11 destes já estavam com projeto de engenharia aprovado e estariam, pelo menos a maioria, concluídos até o final do ano, aguardando apenas o aporte financeiro do Governo Federal para ter suas obras iniciadas. 

Um exemplo do descaso do Poder Público com a falta de CMEIs no município, é a construção do CMEI Comendador Walmor, que se iniciou em novembro de 2014, era para ter sido entregue em junho de 2015. A obra, orçada em quase R$ 2 milhões, segue abandonada e sendo local para depredação de vândalos e motivo de preocupação para a comunidade.

Atualmente, a prefeitura de Aparecida conta com 31 CMEIs, 56 escolas municipais em tempo parcial, apenas 5 escolas em Tempo Integral e 22 instituições conveniadas para ministrar a Educação Infantil. 

Leia mais na edição online: https://diariodeaparecida.com.br/

Da Redação

Foto placa: Reprodução/Youtube

Compartilhe este post: