Quarta, 21 de Abril de 2021
21 de Abril de 2021
Publicidade

Fiscalização em farmácias é intensificada pelo Procon

O Procon Municipal intensificou fiscalização em drogarias e farmácias de Goiânia.  Desta vez, a ação tem como objetivo verificar a data de validade dos remédios comercializados nesses estabelecimentos.

Além disso, os fiscais investigam preços abusivos em remédios utilizados para o tratamento de gripe, resfriado, febre e dor de cabeça. A equipe de fiscalização também observa se os preços dos produtos estão expostos corretamente nas gôndolas e são iguais aos cobrados no caixa.

As diligências começaram no dia primeiro de junho. Até agora, os fiscais já passaram em 78 farmácias e 41 estabelecimentos foram autuados. Deste total, foram expedidos 34 autos de infração por falta de precificação em produtos, entre os quais fraldas, creme de hidratação, coloração para cabelo, protetor solar e escovas dentais e sete autos por comercialização de medicamentos fora do vencimento.

A operação do Procon vai continuar nos próximos dias.  O órgão autua as farmácias e concede um prazo de 10 dias para os proprietários apresentarem a defesa.  Os estabelecimentos poderão ser multados em valores de até 10 milhões de reais, a depender da gravidade e do faturamento do estabelecimento.

O Procon Goiânia alerta aos consumidores para que fiquem atentos e não adquiram produtos fora da validade e também para que denunciem a falta de precificação por meio do telefone (62) 3524- 2942, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 17h.

Compartilhe este post: