Sexta, 07 de Maio de 2021
07 de Maio de 2021
Publicidade

Goiás registra 850 casos confirmados do novo coronavírus e 30 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 850 casos de doença pelo coronavírus. Destes, há 30 óbitos confirmados. No Estado, há 9.939 casos suspeitos em investigação. Outros 2.719 já foram descartados. No Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) há 65 amostras em análise.

Os casos confirmados foram registrados nos municípios de Águas Lindas de Goiás (14), Aloândia (1), Anápolis (44), Anhanguera (1), Aparecida de Goiânia (54), Aragoiânia (2), Avelinópolis (1), Barro Alto (1), Bela Vista de Goiás (4), Bom Jesus de Goiás (3), Caldas Novas (1), Campestre (1),  Campinorte (1), Carmo do Rio Verde (3), Catalão (1), Ceres (4), Cidade Ocidental (6), Faina (1), Formosa (4), Goiandira (3), Goianira (1), Goianésia (28), Goiânia (487), Goiatuba (2), Guapó (1), Inhumas (3), Ipameri (1), Itaguaru (2), Itumbiara (10), Jaraguá (2), Jataí (9), Jesúpolis (1), Luziânia (13), Mineiros (5), Montividiu (1), Morrinhos (1), Nerópolis (5), Niquelândia (1), Nova Glória (1), Nova Veneza (1), Novo Gama (3), Paranaiguara (1), Paraúna (3), Pires do Rio (5), Planaltina (5), Professor Jamil (6), Rialma (6), Rio Verde (19), Santa Fé de Goiás (1), Santa Helena de Goiás (1), Santo Antônio do Descoberto (5), São Luís dos Montes Belos (2), Senador Canedo (11), Silvânia (1), Trindade (13), Uruaçu (2), Valparaíso de Goiás (17) e Vianópolis (1). Há 23 casos em investigação quanto a cidade de residência da pessoa.

Os registros estão no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Goiás. Ressalta-se que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

O Governo de Goiás, por meio da SES-GO, monitora sistematicamente suspeitas de novos casos de Covid-19, seguindo rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde para a identificação de novos registros.

Compartilhe este post: