Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

GoiásFomento participa da Expedição Desafiando Limites Caminho de Cora

Equipes da instituição financeira promovem eventos em cidades no trajeto do Caminho, divulgando linhas de crédito e realizando visitas técnicas

O governo de Goiás, por meio da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) e de outros órgãos estaduais, participa da Expedição Desafiando Limites Caminho de Cora Coralina, que está sendo percorrido pelo ultramaratonista Márcio Villar. O evento teve início no último sábado, 14, em Corumbá de Goiás, com término previsto para este sábado, 21, na cidade de Goiás. O atleta carioca vai percorrer os 300 quilômetros do Caminho, e à noite ministrará palestras motivacionais em oito municípios visitados.

A atuação das equipes da Agência de Fomento começou em Pirenópolis, no domingo, 15, e se estenderá até sábado, 21. Vai abranger também São Francisco, Jaraguá, Itaguari, Itaberaí e cidade de Goiás. De acordo com o gerente de Agronegócio, Petherson Santana, o trabalho acontece em duas frentes. Na primeira, apoiada por ele, será realizada até hoje, 18. A partir desse dia, e até o próximo sábado, será coordenada pelo gerente de Prospecção de Negócios, Hudson Marçal.

 

Linhas de crédito

“Nossa intenção é divulgar [nas cidades visitadas] duas linhas de crédito operadas pela GoiásFomento: a primeira voltada para o turismo, com o amparo do Fungetur, e a outra destinada ao produtor empreendedor, para o agronegócio”, disse o gerente de Agronegócio. No caso da linha de crédito do turismo, a Agência de Fomento oferece condições diferenciadas de pagamento, prazo e carência, com limite de até R$ 2 milhões por operação.

A linha de crédito do produtor empreendedor, voltada para o agronegócio, atende a várias culturas agrícolas, com o limite de R$ 50 mil, 12 meses de carência, prazo de 48 meses para pagamento e taxa pré-fixada de 0,50% ao mês, ou seja, de 6% ao ano. O gerente explicou que em Pirenópolis, além dos atendimentos realizados no último domingo e na segunda-feira, foram promovidos encontros com lideranças rurais e da área de hotelaria, bares e restaurantes.

Ontem, 17, um evento conjunto da GoiásFomento com a Secretaria da Retomada foi realizado no Cinema de Pirenópolis, para os empresários locais. Também foram feitas visitas técnicas a vários empreendimentos turísticos e propriedades rurais, entre eles a Vinícola Assunção, produtora de suco de uva, visando conhecer in loco as fazendas e explicar a documentação necessária para pleitear financiamento.

 

Fazenda Bonsucesso

A Fazenda Bonsucesso é um empreendimento turístico de Pirenópolis, formado por um complexo de cachoeiras e área de lazer. O negócio envolve gerações da mesma família. A empreendedora Valeska Siqueira Curado informou que sua família pretende buscar crédito junto à GoiásFomento para ampliar o negócio.

O projeto da Fazenda Bonsucesso prevê uma área de piquenique, trabalhar o turismo de experiência e aproveitar todo o local, incluindo o pomar de jabuticabeiras, para que os visitantes tenham acesso à natureza. Está incluída a expansão da produção da indústria de processamento de frutas desidratadas. Em tempos sem pandemia, a Fazenda Bonsucesso recebe uma média de 800 visitantes nos finais de semana.

A empreendedora Eliana Pereira de Siqueira, mãe de Valeska, disse receber a visita técnica da equipe da GoiásFomento “com esperança”. Ela explicou que o crédito dos bancos comerciais possui taxa de juros muito alta e carência curta. Como o projeto turístico costuma ser de longo prazo, a instituição de crédito precisa entender o projeto para poder financiá-lo.

Compartilhe este post: