Terça, 20 de Abril de 2021
20 de Abril de 2021
Publicidade

Governador Ronaldo Caiado destina mais de R$ 12,5 milhões para saúde de Aparecida de Goiânia

Aporte financeiro extra faz parte dos R$ 140 milhões que Governo de Goiás distribuirá às 246 prefeituras. “Estamos fazendo uma gestão de respeito, independente de posição política”, diz Caiado

A Saúde de Aparecida de Goiânia receberá do Governo de Goiás um aporte extra que supera a marca de R$ 12,5 milhões. Anunciado pelo governador Ronaldo Caiado nesta terça-feira (22/12), o recurso é uma expressiva contribuição para que o município garanta atendimento de qualidade à população local que recorre ao Sistema Único de Saúde (SUS).

No total, o Governo de Goiás distribuirá R$ 140 milhões aos 246 municípios goianos. O repasse foi tema de reunião virtual entre o governador, prefeitos eleitos e reeleitos e outras autoridades. “Estamos fazendo uma gestão de respeito, independente de posição política, e mostrando que a nossa gestão é de respeito àquele que foi eleito ou reeleito para representar o seu município”, garantiu o governador no encontro on-line.

A portaria publicada no Diário Oficial do Estado na edição desta terça-feira (21/12), explica que a destinação possui finalidade específica, pré-determinada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO). A verba contempla custeio de ações e serviços nas redes de atenção à saúde municipais (atenção primária à saúde, assistência ambulatorial e hospitalar, e vigilância em saúde), em razão da pandemia da Covid-19.

No caso de Aparecida de Goiânia, serão R$ 867.268,50 para assistência farmacêutica (AF-6); R$ 1.178.362,50 para Estratégia Saúde da Família – atenção primária (ESF-6); R$ 483.658,50 para Saúde Mental (SM-6); R$ 900.000,00 para Saúde Prisional (SPri-3) e R$ 646.980,00 para Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-3).

A rede municipal de Saúde terá, ainda, incremento de R$ 2.250.000,00 para Unidades de Pronto Atendimento (UPA-3); R$ 1.154.840,71 para cirurgias eletivas; R$ 936.000,00 para Serviço de Atenção Domiciliar (SAD-6); R$ 812.209,86 para Vigilância Sanitária e R$ 3.340.106,90 para Média e Alta Complexidade (MAC).

Histórico
A saúde pública de Goiás vive um novo momento. Desde que o governador Ronaldo Caiado assumiu o Governo do Estado, em 2019, nenhum município goiano deixou de receber os repasses das contrapartidas estaduais. Nesse período, Aparecida de Goiânia já recebeu mais de R$ 40,8 milhões do Tesouro Estadual, sendo R$ 20.203.332,00 no ano passado e R$ 20.606.499,00 em 2020. Cenário diferente dos anos anteriores quando, na reta final da gestão passada, o Estado chegou a ficar 13 meses sem garantir esse suporte às prefeituras.

Já para o enfrentamento à Covid-19 em Aparecida de Goiânia, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), mediou a habilitação de Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) junto ao governo federal, sendo 30 leitos no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) e cinco no Hospital Garavelo. Assim, o município recebe recursos do Ministério da Saúde para custeio das unidades que internam pacientes graves com a doença.

Vale lembrar que o Estado administra duas unidades de saúde no município vizinho à capital. O Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (Huapa) oferece atendimento de alta e média complexidade em urgência e emergência, o que abrange 45 municípios da região. Já o Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química de Aparecida de Goiânia Professor Jamil Issy (Credeq Prof. Jamil Issy) é uma unidade mista, que presta atendimento em regime ambulatorial e de internação ou acolhimento residencial para tratamento e reabilitação psicossocial.

Região Metropolitana
Dos R$ 140 milhões que o Governo de Goiás destinará às prefeituras, R$ 47,657 milhões serão repassados à Região Metropolitana de Goiânia. Com 20 municípios, ela abrange, segundo estatísticas, cerca de 35% da população do Estado. Destaque para Goiânia, que receberá R$ 23,2 milhões; Senador Canedo e Trindade, com R$ 2,7 milhões cada; Inhumas, R$ 1,4 milhão; além da já mencionada Aparecida de Goiânia, com R$ 12,5 milhões.

Compartilhe este post: