Quarta, 14 de Abril de 2021
14 de Abril de 2021

Governo de Goiás prepara cerimônia aberta, na Praça Cívica, para velório de Maguito Vilela

Governador Ronaldo Caiado decreta luto oficial por três dias e promove cerimônia de arriamento das bandeiras. “Faço questão de, em nome do Governo de Goiás, conceder todas as honras de Estado que se devem a um político que teve uma trajetória honesta, digna e de elevado espírito público”, destaca

A população poderá se despedir do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela, 71 anos, nesta quarta-feira (13/01), durante velório que será realizado no Palácio das Esmeraldas. Em acordo com a família, o governador Ronaldo Caiado solicitou que fosse instalada uma estrutura na Praça Cívica para receber o corpo de Maguito. O velório será em estilo drive-thru para que familiares, amigos e sociedade possam dar o último adeus ao líder goiano.

O ex-governador, que estava internado no Hospital Albert Einstein há 83 dias vítima de Covid-19, faleceu na madrugada desta quarta-feira, às 4h10, em decorrência de complicações da doença. A previsão é de que o corpo de Maguito deixe São Paulo por volta das 13h. O avião pousará no Aeroporto Internacional Santa Genoveva, em Goiânia.

Às 15h30 está previsto que o cortejo com corpo do prefeito, em carro aberto do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, saía do Hangar do Estado com destino ao Paço Municipal de Goiânia. De lá segue para Aparecida de Goiânia, onde haverá uma homenagem a Maguito em frente à sede da Prefeitura. Na sequência, o cortejo seguirá para o Palácio das Esmeraldas, aonde será velado.

Em homenagem a Maguito, Ronaldo Caiado promoveu uma cerimônia de arriamento das bandeiras na manhã desta quarta-feira. O governador dispôs a do Brasil a meio-mastro. O gesto foi repetido pelo vice-governador, Lincoln Tejota, com a de Goiás e pelo prefeito da capital, Rogério Cruz, com a de Goiânia. Durante o tributo, Caiado ressaltou o valor que a trajetória política de Maguito tem para o país. “Faço questão de, em nome do Governo de Goiás, conceder todas as honras de Estado que se devem a um político que teve uma trajetória honesta, digna e de elevado espírito público”, disse.

Em relação ao velório, o governador reforçou que haverá todos os protocolos sanitários exigidos em casos de morte por Covid-19. “O caixão será colocado à frente do palácio, o trânsito será feito por automóvel, seguindo a regra sanitária do protocolo, mas as pessoas poderão se despedir, dentro do carro”, anunciou.

Após as solenidades em Goiânia, o cortejo seguirá para Jataí, cidade natal de Maguito, onde o corpo do prefeito será sepultado às 9h.

Decreto

Por meio do Decreto nº 9.788, Ronaldo Caiado determinou que seja guardado luto oficial de três dias, em razão da morte de Maguito Vilela. Da mesma forma, o luto oficial foi decretado pela Câmara dos Deputados. “Recebo [informação] do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que decretou luto também no Congresso. Isso demonstra a extensão e o prestígio de Maguito Vilela, que extrapolam o Estado de Goiás. Ele é uma referência nacional”, declarou o governador.

O vice-prefeito Rogério Cruz agradeceu as homenagens ao prefeito de Goiânia e afirmou que dará continuidade aos planos que Maguito tinha para a capital. “Vamos honrar todo o trabalho, todo o desenho que Maguito fez para nossa cidade de Goiânia. Mantendo esse propósito, vamos seguir em frente para fazer com que a Capital seja o que ele sempre sonhou”, pontuou.

Emocionado, o ex-deputado e sobrinho de Maguito, Leandro Vilela, participou da cerimônia em nome da família. Leandro chamou o tio de líder político e familiar e destacou a importância de gestos mais humanos. “Ele era igual com todo e qualquer cidadão. Essa era a linha de vida de Maguito e, assim nós haveremos de continuar: com propósito de vida, cumprindo a nossa missão aqui, como ele cumpriu a dele”.

Também participaram da cerimônia de arriamento das bandeiras e os deputados federais João Campos, Major Vitor Hugo e o deputado estadual Coronel Adailton.

Trajetória

Em nota divulgada no início da manhã, Caiado manifestou pesar pela morte de Maguito. “Goiás perde um de seus mais notáveis líderes, após 83 dias de uma batalha incessante pela vida.” Na publicação o governador destacou que “o sentimento do povo goiano neste momento de perda é o reconhecimento da trajetória de um homem que enfrentou com dignidade, altivez e espírito público todos os desafios, sempre a defender suas convicções e ideias com coerência, ponderação e sensatez”.

Caiado enumerou a trajetória de Maguito Vilela. “Advogado por formação, encontrou na política uma vocação que norteou a trajetória profissional. Iniciou a vida pública em 1976, como vereador por Jataí, sua cidade natal. Depois, ocupou cargos de deputado estadual, deputado federal, vice-governador, governador e senador da República. Por último, administrou com muito êxito a Prefeitura de Aparecida de Goiânia por dois mandatos”, disse o governador.

Ainda de acordo com a nota de pesar do governador, “como deputado constituinte, Maguito atuou na aprovação histórica da Constituição de 1988, marco na redemocratização da sociedade brasileira. À frente do governo de Goiás, foi pioneiro em ações solidárias ao lançar o Programa de Apoio às Famílias Carentes, que consistia, em essência, na distribuição de cestas de alimentos”.

A nota destaca, ainda que, “antes do primeiro mandato como prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito atuou como vice-presidente do Banco do Brasil, em 2007. Também teve participação relevante em seu partido. Foi vice-presidente nacional do PMDB, em 2000, e assumiu a presidência no ano seguinte, com a renúncia de Jader Barbalho”.

De acordo com a nota, “sua trajetória ainda inclui forte vínculo com o esporte, desde a juventude, antes mesmo da vida pública. Foi jogador em Jataí, quando adotou o nome Maguito, derivado dos gritos de ‘Magrito’ que ouvia da torcida. Assim, o nome completo passou a ser Luís Alberto Maguito Vilela. Chegou a ocupar o posto de vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”.

Maguito deixa a esposa, Flávia Teles, os filhos Vanessa, Maria, Miguel e o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, a enteada Anna Teles, e quatro netos.

Programação do cortejo com corpo do prefeito de Goiânia, Maguito Vilela

Quarta-feira (13/01)

15h30 – Saída do Hangar do Estado de Goiás

15h40 – Paço Municipal

16h00 – Prefeitura de Aparecida de Goiânia

Na sequência, cortejo segue para a Praça Cívica onde será velado em frente ao Palácio das Esmeraldas

Quinta-feira (14/01)

9h00 – Sepultamento, em Jataí

Fonte: Secom-GO 

Compartilhe este post: