Goiás

Grande Goiânia registra recuo de 41,6% na validação do transporte coletivo

A RMTC tem demanda de 304.769 usuários no dia, enquanto no dia 9 de março de 2020, antes da pandemia de Covid-19, o sistema contabilizava 521.963 passageiros

A Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) registrava, no dia 9 de março de 2020, antes da pandemia de Covid-19, uma demanda de 521.963 usuários. Neste atual momento, num comparativo com a última sextafeira, dia 17 de setembro de 2021, a demanda foi de 304.769 usuários, redução de 41,6nas validações durante todo o dia, ou seja, menos 217.194 validações deixaram de ser feitas no sistema.

 

 

 

 

Seguindo a mesma base comparativa, antes da pandemia, o SIMA – Sistema Integrado Metropolitano Anhanguera tinha uma demanda de 180.076 validações no dia 09 de março de 2020. Na última sextafeira, 17, a queda foi de 40,7% nas validações no sistema. Foram 73.221 validações a menos.

 

Em Goiânia, onde foram registradas 217.211 validações no transporte público antes da pandemia, recebeu volume 44,8% menor de validações no dia – o que equivale a menos 97.356 validações.

 

 

 

E Aparecida de Goiânia, que recebia 124.676 validações no sistema no dia 09 de março de 2020, registrou volume 37,4% menor também na última sextafeira, ou seja, 46.617 menos validações.

 

 

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo