Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
27 de Fevereiro de 2021

HRF dobra número de atendimentos em três meses

Da Redação

O número de atendimentos de urgência e emergência mais que dobrou em três meses, no Hospital Regional de Formosa, unidade do Governo de Goiás no Entorno do Distrito Federal.  Além dos casos de coronavírus, investimentos na modernização estrutural, instalação de novos leitos e a melhoria na qualidade do atendimento são as principais razões para esse resultado significativo.

A unidade hospitalar passou por um processo de estadualização em abril deste ano, e o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – Imed assumiu a gestão em junho. Desde então, os atendimentos de urgência e emergência dos casos de Covid-19 passaram de 584 para 1.288, e os atendimentos emergenciais gerais subiram de 2.181 para 4.163.

“Estamos trabalhando duro para oferecer à comunidade da região de Formosa um atendimento de excelência. Mais do que números, nosso orgulho é saber que pessoas estão voltando para casa melhores”, diz Vânia Fernandes, diretora do HRF.

Não só cresceu o número de atendimentos, como houve um aumento significativo na quantidade de exames de pacientes. Os eletrocardiogramas chegaram a 160, enquanto as análises clínicas (hemograma, colesterol, glicemia, entre outros) somaram 8.225 em setembro.

O número de diagnósticos por imagem também aumentou, com a instalação do novo aparelho de raios X. Em setembro, a unidade realizou 1.460 exames. “A modernização do hospital tem gerados ótimos resultados, e quem ganha é o paciente, que passou a ter uma estrutura eficiente no próprio município para ser atendido”, afirmou Fernandes.

Capacitação
O Hospital Regional de Formosa investe seriamente na qualificação de toda a equipe de saúde, com treinamentos constantes de processos, padronizações e ações de segurança hospitalar.  “Com conhecimento disponível, a gestão da segurança do paciente tem condições de, cada vez mais e melhor, prevenir as ocorrências”, explica a enfermeira Jéssica Santos, do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP).

Os profissionais do HRF também recebem capacitações contínuas do programa Jeito Imed de Atender, que tem por objetivo despertar a importância da valorização das relações entre a equipe de saúde, pacientes e familiares.

O programa prevê encontros mensais entre líderes e equipes, em que são abordadas a importância das funções exercidas e os tipos de lideranças necessários, além do atendimento consultivo ao paciente, tudo para identificar a melhor forma de lidar com as situações do dia a dia e para obter o melhor resultado no atendimento dos pacientes.

Compartilhe este post: