Economia

Indústria goiana tem crescimento de 2,5%

Os dados são de janeiro e o IBGE apontou a variação percentual acumulada nos últimos 12 meses

O setor industrial goiano registrou, no mês de janeiro de 2020, crescimento de 2,5%, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O percentual revela indicadores conjunturais da indústria acumulados nos últimos 12 meses e coloca Goiás em posição de destaque no cenário nacional. Essa porcentagem levou o Estado ao quarto lugar no ranking dos Estados que mais cresceram neste período, superando entes federados industrializados como São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Quando se traça o comparativo com o mês de dezembro de 2019, a pesquisa revela acréscimo de 1,3% para a atividade industrial goiana, índice que supera até mesmo o crescimento da indústria brasileira, que foi de 0,9%. O avanço da industrialização no Estado, que antes possuía somente o perfil agropecuário, é influenciado , também, pelos polos industriais de cidades como Anápolis, Catalão, Itumbiara, Rio Verde e Aparecida de Goiânia.

Ao se posicionar em quarto lugar no ranking do crescimento da indústria brasileira, Goiás só foi superado por três Estados, como Rio de Janeiro (3,2%), que ficou em terceiro; Paraná (5,2%), em segundo, e pelo Amazonas, principalmente pela Zona Franca de Manaus, que ficou na primeira colocação (5,5%). Santa Catarina, Ceará e Rio Grande do Sul ficaram em quinto, sexto e sétimo lugares, respectivamente.

Ainda segundo o levantamento do IBGE, em relação a janeiro de 2019, o percentual acumulado apresentou perda de – 2,0%. O recuo, neste período, ocorreu ainda em seis Estados, como Mato Grosso (-5,7%), Rio Grande do Sul (-1,6%), Santa Catarina (-0,5%), Espírito Santo (-20,9), Minas Gerais (-14,2) e Pará (-6,6).

 

Gustavo Martins

Estagiário supervisionado pelo editor Jorge Borges

Arquivos relacionados