Segunda, 20 de Setembro de 2021
20 de Setembro de 2021
Publicidade

Ladrões invadem pátio da Secretaria do Meio Ambiente e roubam som de carro apreendido

Na madrugada da última quinta-feira, 19, o pátio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Aparecida (Semma) foi invadido por ladrões. Os objetos roubados se tratam de aparelhos de som, que, segundo comentários de internautas, valem mais que o próprio carro. O burburinho foi grande nas redes sociais, principalmente nos grupos de WhatsApp, por onde espalhou-se dezenas de áudios de aparecidenses criticando, por meio de indagações, a segurança de uma das secretarias mais importantes do município.
“Como pode um carro ter o som roubado dentro da secretaria? O prefeito propaga que Aparecida é uma cidade inteligente. Cadê o secretário da Semma? Cadê o ex-vereador Mazinho do Madre Germana, secretário-executivo do Meio Ambiente, que não entende nada de meio ambiente? Cadê os guardas, e as câmeras de inteligência? Isso é uma vergonha para a Prefeitura de Aparecida!”, exclamou, em meio a indagações, um dos membros de grupo político de Aparecida nas redes sociais.

Cidade inteligente
Uma “cidade inteligente” é um ecossistema urbano inovador, caracterizado pelo uso generalizado de recursos tecnológicos na gestão de seus recursos e de sua infraestrutura, facilitando a vida dos cidadãos. O que o prefeito Gustavo Mendanha e seus seguidores chamam de “cidade inteligente” é uma sala na Cidade Administrativa, repleta de telas, de onde são controladas câmeras espalhadas por pontos estratégicos da cidade. Trata-se do videomonitoramento, prática rotineira em dezenas de outros municípios brasileiros, mas ainda novidade em Goiás.
A propaganda que tenta vender Aparecida como uma “cidade inteligente” prejudica o município, ao esconder os seus verdadeiros desafios e as reais necessidades da sua população, como as dezenas de bairros sem asfalto, as quase 100 crateras de erosão que ameaçam famílias carentes, a fome entre as pessoas vulneráveis e a crônica falta de vagas para as mais de 10 mil crianças aparecidenses de seis meses a 5 anos e meio que estão fora dos Cmei’s.

Prefeitura
A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Aparecida informa que já tomou todas as medidas necessárias, como registro da ocorrência junto à Polícia Civil, e se prontificou a colaborar com a autoridade policial na apuração dos fatos. A pasta informa ainda que a gestão municipal está executando o programa Cidade Inteligente, que visa à implantar câmeras de videomonitoramento em todos os órgãos públicos do município e também em vias públicas, buscando proporcionar mais segurança às pessoas e proteção ao patrimônio público.

Compartilhe este post: