Goiás Online

Lissauer: “É cedo para definições sobre 2022”

O presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB/foto), diz que o convite do governador Ronaldo Caiado (DEM) para o MDB participar da chapa majoritária nas eleições do ano que vem não significa qualquer definição antecipada sobre vice ou senatoria. “Muita água vai passar por baixo da ponte a mais de um ano das eleições.”

Gratidão
Uma das justificativas apresentadas por Ronaldo Caiado (DEM) em convidar o MDB para a chapa majoritária às eleições de 2022: gratidão pelo apoio que recebeu do partido de Iris Rezende e de Maguito na disputa ao Senado em 2014, quando foi vitorioso.

Ato público
Daniel Vilela pretende apressar a consulta aos quadros do MDB para anunciar, em setembro, o apoio maciço do partido à aliança com o DEM caiadista.

Iris junto
Ronaldo Caiado e Daniel Vilela vão esperar a plena recuperação de Iris Rezende para confirmar a data do anúncio da aliança DEM/MDB, com a presença do ex-prefeito no evento.

Na memória
Lissauer Vieira lembra que, um ano atrás, Iris Rezende seria candidato à reeleição a prefeito, Rogério Cruz estava de mudança de Goiânia e Maguito Vilela estava vivo.

Recado
Governador Ronaldo Caiado mandou recado para os partidos e lideranças aliados: o DEM vai caminhar também com o MDB em 2022.

Não atendeu
Adib Elias (Podemos) não atendeu, no último sábado, 21, as ligações de Gustavo Mendanha (MDB) e Jayme Rincón (PSDB), este ligado a Marconi Perillo e a Jardel Sebba, adversários do prefeito de Catalão.

Vai insistir
Gustavo Mendanha pretende levar a proposta de candidatura própria a governador aos diretórios estadual e nacional do MDB, independente do resultado que Daniel Vilela divulgar sobre alianças.

Apoio do PL
Mendanha recebeu apoio da deputada federal Magda Mofatto (PL) para disputar a sucessão estadual em 2022.

Incentivo
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, incentiva Gustavo Mendanha a disputar o governo de Goiás pelo MDB ou por outra legenda.

Combustíveis
Deputado federal José Nelto (Podemos) busca assinaturas para propor a abertura de uma CPI dos Combustíveis.

Combustíveis II
José Nelto quer saber quem é culpado pela alta nos preços da gasolina, álcool e óleo diesel.

Fundo eleitoral
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou R$ 5,7 bilhões para o fundo eleitoral ao pleito de 2022. Caberá ao Congresso fixar o novo valor.

PSDB namora Mendanha para a disputa ao governo
Muitos nomes que compunham a base de apoio do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) se aproximam do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), de olho na sucessão estadual de 2022. Enquanto o líder tucano não decide se vai ou não disputar as eleições para o governo ano que vem, os apoiadores de Perillo encontram em Mendanha um nome para chamar de seu.

 

RESUMO

Aliados de Gustavo Mendanha da área jurídica o advertem: não use as dependências da Prefeitura de Aparecida de Goiânia para fazer pré-campanha eleitoral.

De segunda a sexta-feira, são vistas com frequência, na Cidade Administrativa, comitivas de políticos do interior do Estado.

A possibilidade de haver coligações partidárias nas eleições do próximo ano agita pré-candidatos de diversos partidos em Goiás que andavam um tanto desanimados. Partidos menores também ganharam um novo estímulo para buscar nomes para a Assembleia e o Congresso.

Familiares, amigos e militantes do MDB estão preocupados com o agravamento da saúde do ex-prefeito Iris Rezende, que retornou para a unidade de tratamento intensivo (UTI) do Instituto de Neurologia de Goiânia.

Você pode se interessar:

Comments are closed.