Quinta, 25 de Fevereiro de 2021
25 de Fevereiro de 2021

Médico fecha consultório e passa a atuar no Hospital de Campanha

"Vi que poderia fazer mais pela vida do próximo e me prontifiquei para trabalhar contra a Covid-19”, conta pediatra que ingressou na equipe do HCamp, em Goiânia.

Dentre os mais de 400 funcionários que o Hospital de Campanha para Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp) terá neste primeiro momento para o atendimento de pacientes com suspeita do novo coronavírus está Leandro Pinheiro da Fonseca Forneck (foto), pediatra que deixou o consultório particular e ambulatório para atuar no combate à Covid-19, em Goiás.

Segundo o profissional da saúde, assim que ficou sabendo que o antigo Hospital do Servidor Público seria o local de referência nesse tipo de atendimento, ele checou como funcionaria o fluxo de atendimento da unidade hospitalar. “Fechei meu consultório e passei a fazer atendimento e orientação a distância para os meus pacientes. Mas senti que poderia fazer muito mais, então imediatamente me prontifiquei para compor a equipe do HCamp”, disse Leandro.

Para o pediatra foram o fluxo de atendimento implantado pela direção do Hospital de Campanha e o treinamento com as simulações realísticas. “Todos os protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) foram utilizados. Na simulação realística, vivenciamos várias situações de pacientes que adentrarão no HCamp. Tudo foi realizado com muita segurança e cuidado”, garantiu.

Para o diretor-geral do Hospital de Campanha, Guillermo Sócrates, a prontidão de Leandro define o papel de um profissional da área da saúde. “É uma pessoa que nos procurou de forma espontânea. O médico tem essa missão de salvar vidas. Nossa razão de ser é o paciente! Ele se colocou à disposição sabendo de todos os riscos que envolvem esta pandemia. Hoje, ele trabalha conosco e compõe a equipe médica”, destacou.

Compartilhe este post: