Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Mega-Sena: ganhador só tem até esta quarta-feira para resgatar os R$ 162 milhões do prêmio da Virada

Sortudo que ganhou metade da Mega da Virada ainda não foi buscar o prêmio na Caixa Econômica Federal

Os R$ 162 milhões do bilhete premiado da Mega da Virada só estarão disponíveis para ganhador de São Paulo até esta quarta-feira (dia 31). Caso não compareça a uma lotérica, a bolada será repassada ao Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

O sorteio realizado nas últimas horas de 2020 fez dois vencedores: um de Aracaju (SE) e um de São Paulo (SP). O sergipano sacou a outra metade e já vive longe da preocupação dos boletos. Já o paulistano, que fez a aposta pelo canal digital da Caixa, não apareceu. Para refrescar a memória, as dezenas sorteadas foram: 17 – 20 – 22 – 35 – 41 – 42.

Confira algumas das compras que poderiam ser feitas com a bolada:

Três unidades do Bugatti La Voiture Noire

Esse modelo de automóvel, avaliado em R$ 50 milhões, foi considerado em 2019 o carro mais caro do mundo. Nesse mesmo ano, o jogador de futebol Cristiano Ronaldo comprou uma unidade do veículo, que tem um motor W16 8.0 que rende 1.500 cavalos.

Modelo tem motor 8.0 W16, com 1.500 cv de potência Foto: Divulgação/Bugatti
Duas unidades da maior cobertura do Rio de Janeiro

Com vista para a Baia de Guanabara e para o Pão de Açúcar, a cobertura com 3.900m², considerada o maior apartamento da cidade, era avaliada por R$ 65 milhões. O imóvel foi construído na década de 1930, sob encomenda da tradicional família Guinle, com quatro andares, cinco quartos, piscina com vista para o mar, 12 vagas de garagem e até um elevador privativo.

Ganhador poderia comprar a maior cobertura do Rio de Janeiro, avaliada em R$ 65 milhões Foto: Agência O Globo
210 apartamentos na Zona Norte

O valor ao qual o vencedor de São Paulo tem direito a receber daria para comprar até 210 imóveis na Zona Norte do Rio de Janeiro, com valor de R$ 600 mil, à vista.

Sortudo pode comprar imóvel para viver de renda de aluguéis Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

Compartilhe este post: