Quinta, 06 de Maio de 2021
06 de Maio de 2021
Publicidade

Melhorias para a saúde pública do município são discutidas pela 3º Agenda Aparecida 2050

O projeto busca discutir as necessidades do município e apresentar soluções inteligentes para situações mais emergentes para os próximos trinta anos da cidade

A Prefeitura de Aparecida realizou na manhã do último sábado, 14, no auditório da Faculdade Nossa Senhora Aparecida (Fanap), no setor Bela Morada, o 3º fórum do projeto Agenda Aparecida 2050”, que busca discutir as necessidades do município e apresentar soluções inteligentes para situações mais emergentes para os próximos trinta anos da cidade.  A macrorregião Papilon Park foi a contemplada o terceiro dos seis fóruns que serão realizados.

Saúde pública foi o tema escolhido para o debate dessa edição e formulação de um documento com metas a serem alcançadas. O prefeito em exercício, Veter Martins, participou da abertura do fórum, e destacou a importância de se planejar o futuro da cidade.

“O Agenda Aparecida visa pensar o futuro da cidade com planejamento de metas a serem alcançadas a médio e longo prazo. É a partir da discussão das necessidades apontadas em cada fórum que podemos em seguida planejar o desenvolvimento de Aparecida e evoluir cada vez mais naquilo que for necessário para a garantia da qualidade de vida da nossa população”, afirmou.

A edição do último sábado, 14, contou com mesa redonda onde o secretário municipal de saúde, Alessandro Magalhães, fez um balanço da saúde pública de Aparecida, dos investimentos aplicados e das áreas que precisam avançar. A doutora em enfermagem e mestre em atenção à saúde da PUC Goiás, professora Adenícia Souza, aproveitou a mesa de discussão para fazer uma explanação sobre formas de prevenção e controle do coronavírus, que é um problema de saúde internacional.

“Em 2008 foi feito um planejamento e hoje estamos colhendo os resultados com mais unidades de saúde, atendimento médico ampliado e outras melhorias atingidas. Com esse fórum vamos reforçar a formulação de novas propostas e soluções para serem colocadas em prática nos próximos anos com vista a colher resultados. Queremos discutir políticas públicas sobre envelhecimento saudável, gestão da saúde pública, atendimento humanizado e prevenção de doenças como o coronavírus. Nosso foco é buscar excelência da saúde pública em Aparecida”, destacou o Alessandro Magalhães.

A professora Drª Adenícia Souza destacou o porquê do projeto ser importante para o desenvolvimento da cidade. “Nós não podemos agir apenas agora, mas pensar ações de promoção da saúde e de prevenção. A importância do Agenda Aparecida se dá também porque o projeto envolve a população nesse planejamento do futuro da cidade. As pessoas precisam ser auto responsáveis por sua saúde e participar desse momento importante, que representa o ser cuidado. Discutir saúde de forma integrada com quem tem estratégias ajuda a pensar de forma mais consistente medidas emergentes de promoção da saúde pública, identificar necessidades, propor soluções e trabalhar a concretização dos resultados”.

O vereador Arnaldo Leite, morador do setor Papilon Park, que fica na contemplada onde aconteceu o fórum, elogiou a iniciativa de discutir pautas importantes para o futuro do município. “É por meio desse fórum, que tem uma preocupação com o desenvolvimento humano, que o poder público vai se planejar para as próximas três décadas. O desenvolvimento da cidade nos anos vindouros depende muito daquilo que for iniciado, pensado e planejado hoje. O futuro de Aparecida está lá na frente, mas o seu alicerce é pensado antes. Por isso a importância de planejarmos o futuro da cidade da queremos e os investimentos que deverão ser feitos a partir de agora”, concluiu.

Compartilhe este post: