BrasilD2

Motociata de Bolsonaro em Goiânia desrespeita as normas de prevenção

O presidente Jair Messias Bolsonaro cumpriu agenda em Goiânia na sexta-feira, 27 (veja na página 10), ao lado do governador Ronaldo Caiado. No final da tarde, Bolsonaro resolveu participar de uma motociata pela capital goiana, como sempre causando aglomerações perigosas entre seus apoiadores e sem usar máscara.
A Prefeitura de Goiânia designou a Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) para acompanhar a comitiva presidencial. A SMM colocou nove equipes motorizadas, com 15 agentes, para organizar o trânsito. Além disso, 25 equipes da GCM deram apoio às forças de segurança pública.
A adesão de motoqueiros foi pequena, sendo justificada pelos organizadores como decorrente de o evento ter sido decidido na véspera, sem tempo para mobilização nas redes sociais. O presidente já realizou outros passeios de moto pelas ruas de cidades do Brasil em 2021, tendo realizado motociatas em Porto Alegre, Florianópolis, Chapecó, Brasília e São Paulo, por exemplo. Bolsonaro chegou a ser multado durante o passeio de moto em São Paulo, por não ter feito o uso de máscara de proteção facial. Além disso, o presidente também foi penalizado pelo mesmo motivo durante visita a duas cidades do Rio Grande do Sul e por ter promovido aglomerações no Maranhão.

Você pode se interessar:

Comments are closed.

Mais em:Brasil