Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

Mulher põe fogo em companheira por desconfiar de traição

Suspeita, que vai responder por tentativa de feminicídio na forma qualificada, tentou matar a namorada enquanto a vítima dormia. Caso aconteceu no Setor Jardim Bela Vista

No último dia 5 de abril, no Setor Jardim Bela Vista, em Aparecida de Goiânia, uma mulher, que não teve seu nome divulgado, teria ateado fogo em sua companheira, de 44 anos, que estava dormindo, após ter descoberto supostas traições em mensagens de celular. De acordo com testemunhas e familiares da vítima, as duas mulheres estavam juntas há sete anos e a relação era conturbada, com agressões físicas e verbais.


À frente do caso, a delegada Cybelle Tristão, da Delegacia de Proteção à Mulher (Deam), contou que a Polícia Civil tomou conhecimento dos fatos somente no dia 8, quando familiares da vítima prestaram queixa na delegacia. Em entrevista exclusiva ao Diário de Aparecida, a delegada ressaltou que, intimada a prestar declarações, a autora confessou o crime. Porém, como não houve flagrante, ela não foi presa e foi liberada após os esclarecimentos.


“A situação é bastante delicada, a polícia continua ouvindo testemunhas. A autora do crime chegou na Deam completamente abalada, tremia e chorava muito. Mas contou que as duas tinham ingerido bastante bebida alcoólica no dia do crime, e por ciúmes, pelo fato de ela ter visto mensagens de outra mulher no celular da vítima, ela confessou que acabou jogando álcool no corpo da companheira e logo em seguida colocou fogo”, explicou a delegada.


Mesmo com 46% do corpo queimado, a vítima ainda conseguiu acionar o socorro e foi levada em uma cadeira de rodas para o hospital. Segundo a delegada, a vítima encontra-se internada em uma UTI – intubada e com o estado de saúde gravíssimo. A autora, a princípio, vai responder por tentativa de feminicídio na forma qualificada. As investigações da Polícia Civil continuam, na tentativa de comprovar a autoria do crime.

Compartilhe este post: