Goiás

Mutirão Iris Rezende em Aparecida está aberto à prefeitura, diz Caiado

Governador diz que a oferta direta de serviços públicos à população é obrigação de todas as esferas de governo e está acima de questões políticas ou partidárias

Da Redação

O governador Ronaldo Caiado (DEM, em fase de fusão com o PSL para formar o União Brasil) praticamente convidou o prefeito Gustavo Mendanha (sem partido) para participar do Mutirão Iris Rezende em Aparecida, nos próximos dias 11 e 12 de dezembro, no bairro Independência.

Na 1ª edição do programa, em Goiânia, na região Noroeste, a prefeitura de Goiânia participou oferecendo para a população a prestação de serviços da alçada direta do poder municipal. O prefeito Rogério Cruz não compareceu, devido a problemas de agenda, mas mandou como representante o seu chefe de Gabinete José Alves Firmino, que reafirmou o apoio do Paço Municipal ao evento.

“Todas as ações de governo, eu as faço em parceria com as prefeituras, no Mutirão Iris Rezende de Goiânia vocês viram a parceria com o prefeito de Rogério Cruz, que não esteve presente, mas mandou seu representante, a estrutura de atendimento da prefeitura e Goiânia estava lá instalada, então não tem nenhuma restrição, muito pelo contrário, é uma somatória de ações tanto do Estado quanto da prefeitura para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, esclareceu o governador.

Mendanha, desde a eleição do ano passado, tem se mantido distante do governo estadual. Ele não aparece nem para fazer as honras da casa nas visitas que Caiado faz a Aparecida para entregar benefícios e obras. Em algumas ocasiões, escala propositalmente membros do escalão inferior da prefeitura como representantes, para evidenciar seu desprezo.

Mas a questão do mutirão é diferente – e o prefeito precisa se conscientizar das responsabilidades do seu papel como autoridade municipal número um. O objetivo do programa é atender as necessidades da população, em especialmente daquela que pode enfrentar algum tipo de dificuldade para acessar os serviços públicos. E, de resto, levar benefícios para os moradores dos bairros, como os cartões de renda mensal do projeto Mães de Goiás ou então os notebooks para jovens que estão cursando a última série do Ensino Médio nas escolas estaduais.

É por isso que Caiado, agindo corretamente, convidou a prefeitura e o próprio Mendanha para participar do Mutirão Iris Rezende. E até, quem sabe, livrando o prefeito de um desgaste, já que milhares de aparecidenses comparecerão ao evento e com certeza estranhariam a ausência dos serviços municipais. Na 1ª edição do mutirão, em Goiânia, na região Noroeste, mais de 70 mil pessoas acorreram às tendas de órgãos como o Vapt Vupt, Saneago, Secretaria estadual de Educação ou Secretaria estadual de Desenvolvimento Social, dentre outras. E ninguém deixou de ser atendido.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo