Sábado, 24 de Julho de 2021
24 de Julho de 2021
Publicidade

No Dia Mundial da Água, Caiado assina protocolos de intenções que destinam mais de R$ 35 milhões ao programa Juntos Pelo Araguaia

Recursos, oriundos de parcerias com Hypera Pharma e Rumo Logística, visam recuperação das nascentes da bacia. “Hoje, o Rio Araguaia já mostra, respira e sente a diferença da nossa política de preservação, fiscalização e recuperação das cabeceiras”, destaca o governador. “Não há atividade econômica que se realize sem a água”, afirma secretária Andréa Vulcanis (Semad)

O governador Ronaldo Caiado assinou, no início da noite desta segunda-feira (22/03), protocolos de intenções junto à farmacêutica Hypera Pharma e à Rumo Logística para destinação de mais de R$ 35 milhões ao Programa Juntos pelo Araguaia. O recurso será aplicado em atividades de recuperação ambiental das nascentes da bacia. Ao lado da secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, ele destacou que “hoje, o Rio Araguaia já mostra, respira e sente a diferença da nossa política de preservação, fiscalização e recuperação das cabeceiras”.

O acordo, firmado na data em que se celebra o Dia Mundial da Água, representa mais um importante passo rumo à preservação de uma das principais bacias hidrográficas do Centro-Oeste, a Araguaia-Tocantins, e ainda potencializa o turismo local, a partir do aproveitamento racional e sustentável de toda a região. “Estamos avançando bem e conscientizando a população do Estado em relação à preservação”, continuou o governador. “Nós temos responsabilidade ambiental.”

A Hypera Pharma anunciou um aporte de R$ 11 milhões ao programa. Já a Rumo Logística, mais de R$ 24,9 milhões. Com esses anúncios, o Juntos Pelo Araguaia contabiliza quase R$ 43 milhões em investimentos da iniciativa privada – os outros R$ 7 milhões foram doados pela Anglo American na fase inicial do projeto. Caiado celebrou as parcerias e garantiu que elas são essenciais na concretização das ações. “Vamos apresentar um rio que vai voltar para seu leito normal. Impediremos que o volume de sedimentos chegue e afogue suas nascentes”, afirmou durante o evento realizado no Palácio das Esmeraldas.

Lançado em 2019, a partir de parceria entre os governos federal, de Goiás e Mato Grosso, o Juntos pelo Araguaia é considerado o maior projeto de recuperação ambiental do mundo. Em dezembro do ano passado, o programa entrou em uma nova etapa, cujo objetivo é recuperar 10 mil hectares de vegetação – sendo 5 mil pelo lado goiano do rio, com o envolvimento de 16 municípios, e 5 mil pelo mato-grossense, com 12 municípios.

Nesse sentido, os protocolos de intenções são focados em ações de restauração ambiental, recomposição florestal e estratégias de conservação do solo e da água, em larga escala, tendo como eixo principal o desenvolvimento sustentável da região afetada. Paralelo a isso, há um trabalho de sensibilização e engajamento de proprietários e produtores locais para que contribuam com o monitoramento e a manutenção das áreas recuperadas.

O vice-governador, Lincoln Tejota, reforçou a viabilidade de construir uma agenda de ações que contemple tanto o meio ambiente quanto o agronegócio. “Ter produção em qualidade e quantidade não quer dizer necessariamente atingir e destruir o meio ambiente. Pelo contrário, podemos fazer as coisas de forma conjunta.” Na mesma linha, Caiado completou que os produtores rurais goianos estão conscientes da necessidade de recuperar e proteger as nascentes. “O desafio que vem, agora, é transformarmos nossas propriedades em fazendas produtoras de água”, frisou.

Titular da Semad, Andréa Vulcanis chamou a atenção para a importância do recurso hídrico. “Não há atividade econômica que se realize sem a água, e a água potável, que possa ser distribuída em qualidade e quantidade suficiente”, informou. Ela lembrou que o Juntos Pelo Araguaia é um projeto “do coração do governador”, e que já é realidade graças à somatória de forças do poder público, iniciativa privada e sociedade civil.

A secretária comentou, ainda, sobre as ações do Governo de Goiás, sob determinação de Caiado, na recuperação de outras bacias e gestão dos recursos hídricos. Como exemplo, citou os esforços para garantir, com sucesso, o fornecimento ininterrupto de água em Goiânia e Anápolis. “E seguiremos assim em 2021 e por quanto tempo nosso governador for o líder maior deste Estado”, salientou.

Presidente do Conselho da Brainfarma e CEO da Hypera Pharma, Breno Oliveira classificou o Juntos pelo Araguaia como um “projeto fantástico”, e disse que contribuir com a iniciativa é uma forma de “renovar o comprometimento com o Estado de Goiás, que sempre nos acolheu de braços abertos”. A fala refere-se ao investimento da farmacêutica em Anápolis, anunciado em janeiro. A previsão é gerar 2 mil novos empregos diretos a partir da aplicação de R$ 2 bilhões em projeto de expansão pelos próximos cinco anos.

Já a Rumo Logística inaugurou, no início deste mês, um trecho de 172 quilômetros da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e do terminal de transbordo rodoferroviário para transporte multimodal de cargas em São Simão, no Sudoeste do Estado. A obra vai facilitar o escoamento da produção agrícola goiana e de outras regiões do país. A gerente executiva de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Rumo, Renata Twardowsky Ramalho, resumiu a nova ação da empresa, agora em prol do Araguaia. “Serão em torno de 400 hectares de plantio, oriundos também da ferrovia, mas que irão ajudar muito a questão da preservação do recurso hídrico, além de beneficiar a médio prazo toda população com essa recuperação.”

Ainda participaram do evento a diretora de operações da Brainfarma, Daniela Castanho; o secretário de Estado da Comunicação, Tony Carlo; os subsecretários da Semad, José Bento da Rocha (Licenciamento Ambiental e Recursos Hídricos) e Vanessa Fernanda Schimitt (Desenvolvimento Sustentável, Proteção Ambiental e Unidades De Conservação); além do chefe de gabinete da Semad, Elvis Santana.

Compartilhe este post: